TRATAMENTO DA MENOPAUSA COM IMPLANTES HORMONAIS

tratamento da menopausa
Tratamento da menopausa com implantes hormonais

Você está na menopausa ou se aproximando dela? Se isso está acontecendo, é bem possível que quer saber qual o melhor tratamento da menopausa, estou certa?

Muitas mulheres ainda têm muitas dúvidas quando o assunto é menopausa, mas quanto mais informações tiverem, vão conseguir passar por essa fase da melhor forma, além de poderem prevenir o aparecimento de várias doenças e reduzir uma série de sintomas.

Então, se você é uma delas, chegou no lugar certo. Sabe por que?

Porque além de dar uma relembrada sobre o que é menopausa, seus principais sintomas, no final, vou lhe trazer um dos tratamentos que considero o melhor para a menopausa, que é aquele feito com implantes hormonais.

O que é menopausa?

É sempre bom que os conceitos sobre menopausa e climatério estejam bem claros. Assim, fica mais fácil para a mulher identificar se está ou não acontecendo com ela. Vamos lá?

A menopausa significa quando a mulher para de menstruar por um período de doze meses consecutivos. Mas será que isso acontece com todas as mulheres?

Sim, a menopausa acontece na vida de todas as mulheres, é universal.  Na maioria das mulheres, ocorre entre os 45 e os 55 anos de idade.

Se a mulher se encontra nessa faixa etária e já parou de menstruar por doze meses seguidos, é sinal que a menopausa chegou.

Mas não precisa ficar preocupada. O importante é ter consciência, saber o que está acontecendo, identificar os sintomas e buscar pelo melhor tratamento da menopausa.

Veja agora quais são as fases da menopausa e quem sabe pode lhe ajudar a entender o que pode estar acontecendo.

Envie-me AQUI uma mensagem por Whatsapp

Quais as fases da menopausa?

A menopausa é dividida em três fases:

Pré-menopausa:

É a fase que antecede a menopausa, onde a mulher apresenta uma série de sintomas, mas ainda menstrua. Isso significa que a menopausa está se anunciando.

Menopausa:

É quando a mulher para de menstruar.

Pós-menopausa:

A pós-menopausa se refere a tudo o que vem depois da menopausa.

Se você ainda tiver alguma dúvida sobre menopausa e quiser saber mais, dê uma olhada no que comento as diferenças entre menopausa e climatério. Com certeza, as coisas vão ficar bem mais claras, além de ficar mais fácil para se reconhecer em cada uma dessas fases.

Agora, por que todas as mulheres entram na menopausa?

A resposta é simples: porque toda mulher nasce com uma conta hormonal finita. Para que possa entender melhor, é como se já nascesse com uma conta bancária com 300, 400 mil reais. Mas, na verdade, não são reais, são 300 a 400 mil óvulos.

Então, o ovário tem uma quantidade finita de óvulos e desde a menstruação, nós vamos gastando todos esses óvulos. E aí quando chega por volta dos 50 anos, nós zeramos essa conta hormonal.

Só lembrando que o hormônio é fundamental para muitas funções celulares.  Cerca de 200 a 400 funções celulares dependem do hormônio, que pode ser estrogênio, progesterona ou ainda a testosterona.

Isso significa que o declínio hormonal acaba interferindo na saúde de uma forma geral, sendo acompanhado por uma variedade de sintomas. Conheça agora alguns deles.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Quais os principais sintomas da menopausa?

Agora que já sabe que o declínio da produção dos hormônios acarreta o aparecimento de muitos sintomas, é muito importante estar atenta aos primeiros sinais e manifestações.

Só que não tem como eu falar aqui todos eles, porque são diversos. Foi por isso que preparei um artigo onde descrevo os 76 sintomas da menopausa. Considero que vale muito a pena dar uma conferida!

Algumas mulheres podem sentir alguma coisa, mas não fazem a mínima ideia de que aquilo já pode ser a menopausa.

E quanto antes procurar por um tratamento da menopausa, além de passar por essa fase com mais tranquilidade, ainda vai poder ajudar a prevenir doenças bem sérias.

Mas hoje vou lhe mostrar apenas alguns sintomas, aqueles que são os mais comuns:

Calorão ou fogacho

Acontece em cerca de 80 a 90% das mulheres, podendo durar de 2 a 5 anos. Mas em algumas mulheres, pode durar a vida toda.

Atrofia urogenital

Você deve estar estranhando esse nome, mas é quando a vagina fica ressecada, não lubrifica e a mulher tem dor na relação sexual. Saiba que acontece em mais ou menos 50% das mulheres.

O problema da atrofia é que ela é progressiva e a tendência é piorar, se não tratar. Com o tempo, a parte urológica começa a ser afetada, como a bexiga e a uretra.

A mulher pode ter perda urinária e infecção urinária de repetição, as chamadas cistites.

Insônia

Quando nós não conseguimos ter uma boa noite de sono, acordamos cansadas e sem energia para nada, sendo a insônia a causadora de tudo isso.

Ganho de peso

Como há um aumento de metabolismo, há também uma maior concentração de gordura principalmente na região do abdômen.

Aumento do risco para doenças cardiovasculares

É preciso ficar bem atenta porque algumas doenças são silenciosas e bem sérias, como a hipertensão, alteração do colesterol, aumentando o risco para infarto e derrame.

Osteopenia e osteoporose

Como começamos a perder massa óssea, nossos ossos ficam mais fracos e aumenta a probabilidade de fraturas.

É bem provável que pense que alguns desses sintomas não são graves, mas está muito enganada. Independentemente de qual seja o sintoma, pode ser apenas um, pode acabar atrapalhando e interferindo muito na sua qualidade de vida.

Mesmo os sintomas sendo poucos, causam muito sofrimento na vida da mulher. É por isso que repito sempre: Nenhuma mulher tem que sofrer com a menopausa!

A grande questão é que muitas mulheres não levam muito em consideração e acabam não se tratando, mas segundo aquele velho ditado, “a conta vem mais tarde para ser paga”, pois aumenta muito a tendência para o surgimento ou mesmo a piora de certas doenças.

Sabia que as mulheres depois dos 50 anos e depois da menopausa, têm um maior risco para  desenvolver doenças cardiovasculares, muito mais do que os homens? Pense nisso!

Acontece também que algumas mulheres, principalmente na pós-menopausa, não se dão conta de todos esses perigos, que é quando o hormônio acaba de uma vez.

Só que a manifestação de determinadas doenças começa a aparecer 5, 10 anos depois, que é quando a mulher parou de menstruar ou às vezes, mais tardiamente.

E se você perder a oportunidade de se tratar, o prejuízo já vai estar lá, onde recuperar o tempo perdido vai ser muito mais complicado e difícil.

Uma das dúvidas mais frequentes das mulheres se refere à reposição hormonal, mas isso acontece pela mera falta de acesso à informação.

Dessa forma, não procuram seu médico e caso não deem a devida atenção, pode acabar gerando sérios problemas de saúde.

Por isso, este artigo foi pensando justamente em lhe ajudar a resolver todos esses problemas e minimizar todos os sintoma. Então vou lhe dizer qual tratamento da menopausa deveria procurar.

Envie-me AQUI uma mensagem por Whatsapp

Os implantes hormonais funcionam como tratamento da menopausa?

É exatamente por tudo o que acabou de ver, que eu vou lhe mostrar um tratamento da menopausa que considero top.

Claro que existem vários outros tratamentos, como comprimido via oral, gel vaginal, gel transdérmico, mas nenhum deles se compara ao tratamento com implantes hormonais.

Mas se existe alguma coisa melhor e que pode lhe trazer mais benefícios, por que não aproveitar?

Saiba agora porque eu considero esse tratamento top:

Porque são alguns tubinhos de silicone que são colocados embaixo da sua pele, sem causar nenhuma dor nem incômodo.

Agora, é preciso buscar por um profissional habilitado e que saiba trabalhar com implantes hormonais, porque, infelizmente, nem todos são.

Ele é quem sabe calcular quantos implantes e quais tipos de hormônios a mulher precisa. Não tem porque se preocupar porque a colocação dos implantes é feita sob anestesia local, tudo esterilizado, sem nenhuma complicação, sendo realizada no próprio consultório médico.

Esses implantes ficam por um ano e são programados para serem liberados no seu corpo todos os dias, trazendo para você uma série de benefícios, como por exemplo, um reequilíbrio hormonal e muita praticidade.

Na verdade, a mulher vai estar fazendo a reposição do que seu corpo precisa.

Só lembrando que os implantes hormonais também servem para tratar outros sintomas e funcionam também como um método contraceptivo bastante eficaz, olha aqui:

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Conclusão

A menopausa é algo que acontece na vida de todas as mulheres. Por isso, é tão importante buscar o máximo de informações sobre tratamento da menopausa e assim, vai poder compartilhar com suas amigas, como também conversar com o médico que te acompanha.

De repente, o médico que faz seu acompanhamento e cuida da sua saúde não está acostumado a trabalhar com implantes e seria interessante buscar por um profissional capacitado que possa lhe ajudar.

O tratamento com implante ‘chip’ hormonal vale super a pena desde que você esteja ciente que precisa, porque a reposição hormonal com implantes vai fazer a mulher parar de sentir todos aqueles sintomas que estão interferindo tanto na sua qualidade de vida.

Além de estar agindo na prevenção das chamadas doenças crônicas e degenerativas, como por exemplo, doenças cardiovasculares e osteoporose.

Eu não me canso de repetir: Não tem razão para a mulher ficar sofrendo, como também ela não precisa conviver com todo esse transtorno em sua vida!

A boa notícia é que existe como passar por essa fase da melhor forma possível. Basta procurar pelo melhor tratamento e por um médico especializado.

Você conseguiu tirar as suas dúvidas? Se sim, compartilhe tudo o que acabou de aprender. Pense em quantas mulheres estão sofrendo simplesmente porque não têm acesso às informações corretas.

5/5 (8)

Avalie isso

Comenta AQUI