TUDO SOBRE O ‘CHIP’ ANTICONCEPCIONAL OU IMPLANTE CONTRACEPTIVO SUBCUTÂNEO DE GESTRINONA

Chip Anticoncepcional ou Implante Contraceptivo Subcutâneo de Gestrinona
Chip Anticoncepcional ou Implante Contraceptivo Subcutâneo de Gestrinona

Você já ouviu falar sobre o chip anticoncepcional, mas não sabe se ele realmente funciona para evitar a gravidez?

Pense em um método contraceptivo que não tem passagem pelo intestino, fígado, diminuindo o risco para trombose.

Além disso, trata algumas doenças, podendo lhe trazer muitos benefícios extras para a sua saúde.

No Brasil, existem três tipos de implantes contraceptivos, cabendo a você, junto com seu médico, refletir e decidir qual implante hormonal vai ser o melhor para o seu caso.

O que é implante anticoncepcional?

Vale lembrar que também podemos chamar o implante anticoncepcional de chip anticoncepcional ou chip hormonal.

Então, é um bastonete flexível bem pequeno, feito de silicone, semipermeável, tendo, em média, 3 centímetros de comprimento e 2 a 3 milímetros de diâmetro.

É quase do tamanho de um palito de fósforo.

O implante hormonal é colocado embaixo da pele, chamada de via subdérmica, com anestesia local, no próprio consultório médico.

Geralmente, a colocação dura de 15 a 20 minutos, sendo totalmente indolor.

O contraceptivo subcutâneo contém os mesmos hormônios da pílula anticoncepcional, por exemplo, os quais são liberados na corrente sanguínea, inibindo a ovulação.

O hormônio liberado também possui a capacidade de promover o espessamento do muco cervical, logo, dificultando a entrada dos espermatozoides no útero, assim, impede a fertilização dos óvulos.

Saiba que, a OMS – Organização Mundial da Saúde – afirma que o implante subcutâneo é um dos métodos contraceptivos dos mais eficazes, até mais que a laqueadura de trompas, tendo um índice de eficácia em torno de 95,95%.

Em cada 10.000 mulheres que usam o implante hormonal, o risco de uma gravidez indesejada pode acontecer em somente 5 mulheres.

Há diferença entre chip anticoncepcional e implante contraceptivo?

O chip anticoncepcional e implante contraceptivo são basicamente a mesma coisa, possuem a mesma finalidade, isto é, funcionam como método contraceptivo.

Ao inibir a ovulação, consequentemente, evita a gravidez.

No pequeno tubo de silicone, há uma dose específica de hormônio, a qual vai variar de mulher para mulher e segundo as orientações do médico.

Estes implantes contraceptivos podem ter uma duração de 6 meses a 3 anos, dependendo do tipo do implante escolhido.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Quais os tipos dos implantes anticoncepcionais?

No Brasil, nós temos três tipos:

Implante de nestorone

A elcometrina, que é conhecida nos Estados Unidos com o nome de nestorone, é aprovada pelo Ministério da Saúde como método contraceptivo para lactantes.

O implante inibe a ovulação por seis meses, assim como a menstruação e todos os sintomas da TPM.

Implante de etonogestrel

Na maior parte das vezes, esse implante hormonal é inserido na região do braço, debaixo da pele.

O etonogestrel é um derivado da progesterona, onde seu implante tem a duração de 3 anos.

Não tem risco de trombose, pois esse anticoncepcional cutâneo não possui estrogênio na sua composição.

Implante de gestrinona

É composto pelo hormônio gestrinona, que é um 19-nor-esteróide, com efeitos androgênico, anti estrogênico e anti progesterona, tendo a duração de um ano.

Então, o implante de gestrinona vai liberando lenta e gradualmente as doses necessárias do hormônio, funcionando como um método anticoncepcional.

Todos são colocados via subdérmica, sendo aprovados pela ANVISA. Várias pesquisas e estudos já foram feitos, onde foi comprovada sua eficácia para a prevenção da gravidez.

Estes implantes são ótimos para aquelas mulheres que costumam se esquecer de tomar a pílula anticoncepcional. Assim, não correm o risco de ter uma gravidez indesejada.

Como funciona o chip anticoncepcional de gestrinona?

O chip anticoncepcional de gestrinona é colocado na região glútea, na parte superior e lateral, com a ajuda de um aplicador descartável.

Como é por via subcutânea, você até pode senti-lo ao passar a mão. E é colocado justamente nessa região para que possa ser retirado após um ano.

O hormônio é liberado gradualmente na corrente sanguínea, servindo como um método contraceptivo muito eficaz, pois impede que os ovários liberem os óvulos.

Vale lembrar também que vai fazer com que a mulher não menstrue pelo período de um ano, consequentemente, vai acabar com todo o desconforto ligado à menstruação, por exemplo, cólicas, enxaquecas e mudanças de humor.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Quais as vantagens e desvantagens do implante de gestrinona?

Você já viu que o implante hormonal funciona como método contraceptivo, mas também pode ajudar muito para:

-Tratar a endometriose, juntamente com todos os sintomas associados: cólicas menstruais, dor na relação sexual e dor pélvica.

Saiba que a endometriose é uma doença causada pela presença do endométrio, que é o tecido que reveste o útero, fora da cavidade uterina.

Muitas mulheres têm muitos questionamentos em relação à endometriose, porque não sabe se pode acontecer ou não com elas.

Caso você seja uma delas, vale a pena dar uma lida no artigo sobre endometriose, onde encontrará respostas para todas as suas dúvidas.

  • Tratar a adenomiose, que é quando a endometriose está no útero.
  • Miomas, que são tumores benignos que podem se desenvolver na parede uterina. Geralmente, surgem devido a um desequilíbrio hormonal, formando um nódulo duro e fibroso.
  • Nódulos da mama, melhorando a dor mamária.
  • Pólipos uterinos, que podem aparecer no colo do útero ou no endométrio, podendo aumentar o sangramento menstrual.

Por exemplo, se a mulher tem um mioma e está procurando por um método contraceptivo, o chip anticoncepcional de gestrinona pode ser uma ótima alternativa.

Algumas mulheres costumam ter muitos efeitos colaterais ao tomar pílula contraceptiva via oral, onde o implante hormonal também é uma excelente opção. Mas por que?

Porque o implante de gestrinona não tem passagem pelo intestino, fígado, diminuindo assim o risco de trombose, pois é colocado embaixo da pele.

Tenha em mente que o implante não previne as doenças sexualmente transmissíveis, logo, não se esqueça de usar preservativos durante a relação sexual.

Agora, além de funcionar como anticoncepcional e tratar algumas doenças, para aquela mulher tem disciplina, pode trazer muitos outros benefícios.

Para conseguir obter muito mais benefícios, é necessário manter uma alimentação equilibrada e praticar exercícios físicos regularmente.

Quais os benefícios a mais que o chip anticoncepcional pode lhe trazer?

  • Melhora a massa muscular
  • Diminui a porcentagem de gordura
  • Ajuda a criar uma definição corporal
  • Reduz a celulite

Talvez você se pergunte se existe algum efeito colateral. Sim, existem alguns efeitos colaterais, como acne, oleosidade e queda de cabelo.

Tudo isso é causado pelos efeitos androgênicos, os quais podem ser gerenciados da melhor forma.

Se você parar e pensar, as vantagens são muito maiores que os efeitos adversos. Lembrando que existem formas para minimizar todos eles.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Quando se deve colocar o chip anticoncepcional de gestrinona?

Em primeiro lugar, converse com seu médico ginecologista. Ele vai lhe mostrar todas as vantagens e desvantagens do implante hormonal.

A primeira coisa que o médico vai verificar é se você está grávida ou não.

Na maioria das vezes, é colocado no prazo de sete dias depois do início da menstruação ou imediatamente nos primeiros dias.

O profissional selecionado vai fazer todo seu acompanhamento para que você tenha o máximo de benefícios e o mínimo de efeitos colaterais.

Mas é importante que esse profissional seja habilitado e que tenha conhecimento sobre esse tipo de procedimento.

Infelizmente, não é todo médico que tem essa formação.

A partir do momento que você escolheu o profissional capacitado, em pouco tempo já pode começar a usufruir de todos os benefícios do chip hormonal.

Hoje, ainda não está disponível no SUS, mas já foi feita a sua solicitação e a Secretaria de Assistência à Saúde está aguardando um posicionamento da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS.

Isso se deve ao fato porque o implante anticoncepcional é realmente um dos melhores métodos contraceptivos que existe hoje em dia.

Conclusão

Como você viu, o chip anticoncepcional é um método contraceptivo bastante eficaz, podendo ser a solução que tanto estava procurando. E o melhor, não traz nenhum prejuízo para a sua saúde, muito pelo contrário.

Além de funcionar como método contraceptivo, vai lhe trazer muitas outras vantagens, como por exemplo, tratar a endometriose e tudo que essa doença causa.

Outro ponto é que, como é colocado debaixo da pele, no momento em que a mulher decidir engravidar, é só retirar o implante.

A mulher volta a ter seus ciclos ovulatórios e pode engravidar.

Busque por um profissional que seja de sua confiança, preparado para a colocação do implante de gestrinona, assim como poder fazer todo o seu acompanhamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *