SEIOS DOLORIDOS: O IMPLANTE ‘CHIP’ HORMONAL DE GESTRINONA FUNCIONA COMO TRATAMENTO?

como tratar seios doloridos  com implante hormonal de gestrinona
como tratar seios doloridos com implante hormonal de gestrinona

Você sente seus seios doloridos, com aquela dor mamária super desconfortável? Ou tão sensíveis que dói com um simples toque?

Mas o que faz para uma mulher sentir essa dor? Será que precisa se preocupar?

Uma boa notícia para você é que existe uma solução, que apesar de não ser muito conhecida e pouco falada, é muito efetiva para resolver esse problema e acabar com todos esses sintomas.

É normal sentir dor nos seios?

Dor mamária é muito frequente, atingindo uma percentagem considerável da população feminina, cujo nome clínico é mastalgia. Estima-se que cerca de 70% das mulheres sentem dores e inchaço nas mamas.

Mas essa dor nos seios pode variar quanto à sua intensidade, podendo ser leve, moderada ou mais acentuada, podendo aparecer em apenas uma mama ou nas duas ao mesmo tempo.

Pode durar um ou vários dias, mas algumas mulheres podem sentir seios doloridos por vários meses, apesar de ser bem mais raro.

Geralmente, a dor mamária está relacionada à fase pré-menstrual, logo, é bem normal. Além de doer, os seios ficam inchados.

Só que isso pode acabar afetando sua qualidade de vida, pois o incômodo é tanto que a mulher fica muito desanimada que acaba afetando sua vida sexual, vida social e atividades simples do dia a dia.

Seios doloridos e inchados: O que pode ser?

Tenha em mente que durante a puberdade, a menstruação, a gravidez e menopausa, as oscilações dos hormônios são responsáveis por seios doloridos, inchados e sensíveis.

Logo, a causa mais comum para dores e inchaço nas mamas é o desequilíbrio hormonal, onde as principais queixas das mulheres estão relacionadas à tensão pré-menstrual, ou seja, ao período antes da menstruação.

Nós, mulheres, temos dois hormônios, o estrogênio e a progesterona, que são produzidos todos os meses quando você não engravida e menstrua. E depois da menstruação, eles passam a ser produzidos novamente.

Os hormônios são produzidos nos nossos ovários, estimulando o útero como também a mama, com a finalidade de preparar a mama para uma provável amamentação.

Só que quando você tem um desequilíbrio hormonal, este vai se refletir sobre a sua mama. Essa é a provável teoria pelos seios doloridos e pelo inchaço da sua mama.

Geralmente, aparecem na segunda metade do ciclo menstrual, pioram uns dias antes da menstruação e desaparecem depois que a mulher menstrua.

Vale ressaltar que é esse desequilíbrio hormonal que também é responsável por outros sintomas da TPM, como alteração do humor, enxaqueca, cólicas, etc.

As mulheres podem sentir essa dor nas mamas no período onde estão mais férteis. Geralmente, é na metade do ciclo que coincide com a ovulação, e alguns dias antes da menstruação.

E o que mais pode ser?

Gravidez

Os primeiros sinais da gravidez são seios inchados e sensíveis. O inchaço se explica porque o corpo da mulher está produzindo mais hormônios.

Como há um aumento da circulação sanguínea, há uma alteração do tecido dos seios, podendo ficar mais doloridos e inchados, muito sensíveis ao toque.

Essa dor, muitas vezes é confundida com a dor do período pré-menstrual.

A partir do 2º semestre da gravidez, há uma estabilização dos hormônios e as dores tendem a desaparecer.

Os seios, até podem ficar mais sensíveis, mas de uma forma mais moderada.

Amamentação

As mulheres podem sentir os seios doloridos e inchados em razão da quantidade de leite.

Nessa fase, há o desenvolvimento das glândulas mamárias, as quais são responsáveis pela fabricação do colostro e depois, pelo leite materno.

Durante o período da amamentação, pode surgir a ectasia ductal, que consiste na dilatação ou obstrução dos ductos mamários que transportam o leite. Isso também pode gerar dor nos seios.

Anticoncepcional

Algumas mulheres, quando trocam de pílula anticoncepcional ou quando usam pela primeira vez, tendem a ficar com os seios doloridos e inchados. Entretanto, isso acontece no período de adaptação, depois desaparecem.

Alguns exercícios físicos

Caso haja um exercício mais intenso dos músculos peitorais, pode levar a uma dor nos seios.

Uso de sutiã inadequado

Existe um relato associando o uso de sutiãs a dores nas mamas. Isso acontece porque o tamanho do sutiã não está de acordo com o tamanho dos seios da mulher.

Normalmente, quando um sutiã é tamanho menor, leva a uma maior compressão das mamas, levando a um inchaço.

Cistos

Algumas mulheres apresentam uma alteração no tecido mamário, chamado de seios fibrocísticos, causando dor antes da menstruação.

Lembrando que isso não tem nenhuma correlação com o câncer de mama, são cistos benignos que podem surgir em razão de estímulos hormonais.

Mas outros fatores podem causar dores, como por exemplo, a presença de nódulos, uma cirurgia, o simples tamanho dos seios, um traumatismo ou uso de algum medicamento.

Como são as dores mamárias?

As dores mamárias podem ser leves, moderadas ou mais acentuadas. Além de poderem ser constantes ou aparecerem somente em determinados períodos do mês.

As dores nos seios podem se manifestar sob forma de câimbras, queimação ou pontadas, podendo se irradiar para a axila ou braço.

Existem dois tipos de dores:

1- Dores ligadas ao ciclo menstrual, podendo durar alguns dias por mês ou uma semana ou mais, chamadas de dores cíclicas.

Na maior parte das vezes, aparecem antes ou durante a menstruação, desaparecendo quando os hormônios se estabilizam.

2- Dores que aparecem em outros períodos que não estão associados ao ciclo menstrual, denominadas dores não-cíclicas.

O ideal é sempre que sentir alguma dor mamária anormal, procurar seu médico mastologista.

O profissional vai fazer um exame clínico da mama e, provavelmente vai solicitar uma mamografia ou uma ultrassonografia mamária.

Durante a consulta, não se esqueça de relatar todos os seus sintomas, em que local da mama é a sua dor, há quanto tempo sente e se acontece em uma ou nas duas mamas.

Lembrando mais uma vez, a dor nos seios é normal, frequentemente relacionada a um desequilíbrio hormonal.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Quando devo me preocupar?

Você viu que, na maioria das vezes, seios doloridos são muito frequentes e normais na vida de uma mulher, mas quando é motivo de preocupação?

Quando a dor é mais intensa e aparece em outros períodos, é preciso ficar atenta. Por exemplo, está presente o tempo todo ou em apenas algum período do mês?

Acontece que a maioria das mulheres sempre associam a dor mamária à câncer. Mas saiba que câncer não causa dor.

Os sintomas do câncer de mama são outros, como secreção pelo mamilo, retração da mama, alteração na forma da mama, etc.

Se você quiser saber mais sobre câncer de mama, vale muito a pena dar uma olhada nos seguintes artigos:

Quanto mais informações a mulher tiver, pode entender com mais facilidade o que acontece no seu corpo.

Quando devo procurar um médico?

Caso a dor seja muito intensa e persista por muitos dias consecutivos, o melhor é procurar o médico que lhe acompanha.

Se tiver febre, vermelhidão ou pus na mama, sentir um nódulo ou perceber a saída de secreção do seu mamilo, não hesite em marcar logo uma consulta com seu ginecologista.

Lembrando sempre que, toda mulher deve fazer um acompanhamento com seu médico ginecologista, pelo menos, uma vez por ano.

O implante hormonal de gestrinona serve para aliviar a dor nos seios muito doloridos?

Talvez você se pergunte: Como é possível resolver o problema dos seios doloridos e inchados, se são os ovários que estão estimulando de forma irregular?

É aí que vem uma proposta super interessante, que mesmo que seja pouco falada, é muito eficaz, que é o implante ou ‘chip’ hormonal de gestrinona.

Trata-se de um implante colocado no consultório médico, sob anestesia local. É colocado na região superior e lateral do glúteo, via subcutânea. Se você passar a mão, pode até senti-lo.

Os implantes são feitos de pequenos tubos de silicone, onde a gestrinona é liberada lenta gradualmente, fazendo um bloqueio hormonal.

Logo, você não vai mais sentir os seios doloridos e inchados, porque o implante hormonal faz parar a menstruação, funcionando também como um método anticoncepcional, além de servir para tratar outras doenças, por exemplo, a endometriose e miomas uterinos.

A quantidade de implantes é calculada pelo médico, de acordo com a sua necessidade e peso, cuja dose é individualizada, tendo a duração de um ano.

Então, se você achou essa proposta magnífica, busque por um profissional que esteja habituado com o tratamento e a colocação do implante hormonal.

Pense que não vai mais precisar passar por isso todos os meses!

Conclusão

Os seios doloridos e inchados incomodam bastante as mulheres. Até para se virar na cama, fazer exercícios físicos ou mesmo namorar, os seios doem, trazendo muito desconforto.

Isso é normal e frequente entre as mulheres, sem motivo para uma maior preocupação porque geralmente, está relacionado ao desequilíbrio hormonal.

Será que você precisa sofrer e passar por tudo isso? É claro que não!

Com o ‘chip’ hormonal de gestrinona, a mulher não vai mais sentir essas dores todos os meses.

Basta selecionar um profissional treinado e capacitado na colocação do implante, pois infelizmente nem todos são.

Se você está cansada de sentir tantas dores, vale muito a pena!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *