ALIMENTAÇÃO CERTA NA MENOPAUSA

O objetivo dessa página é reunir conteúdos atualizados, esclarecedores e comprovados cientificamente sobre alimentação saudável na menopausa.

Todos os dias na internet, na televisão, revistas e jornais você ouve falar da importância de uma  boa alimentação.

Mas você sabe o que realmente é ter uma alimentação saudável? Para os vegetarianos é uma alimentação livre de proteínas animais e para os adeptos do estilo paleolítico é ter uma alimentação rica em proteínas animais.

Se você observar cada um vai ter um conceito diferente. Por isso, antes quero fazer uma abordagem do que é uma alimentação saudável do ponto de vista médico e nutricional.

O que é uma alimentação saudável

Quando temos fome é sinal de que o nosso corpo está precisando de certos alimentos para continuar funcionando. Algumas pessoas ficam horas sem se alimentar e passam mal, pois o corpo começa a “falhar” o seu funcionamento. É importante ter em mente que uma alimentação saudável é muito mais do que o simples ato de comer para “matar a fome”.

Uma alimentação saudável é baseada em dois aspectos fundamentais (nutrição e prevenção).

O primeiro é que ela tenha uma variedade de nutrientes que permita que o nosso corpo funcione normalmente. Que atenda todas as nossas necessidades biológicas básicas e nos permita viver com saúde.

O segundo é que os nutrientes de cada refeição tenham função de prevenir ou reduzir o risco de determinadas doenças a curto e longo prazo (estudo).

Desta forma quando pensamos em alimentação saudável temos que saber escolher alimentos que não somente fornecem energia ao nosso corpo através dos nutrientes. Mas que também sejam ricos em outros componentes, tais como: fibras e antioxidantes, que atuam na proteção do nosso corpo contra diversas doenças.

Porque é importante ter uma alimentação saudável para as mulheres na menopausa?

Na verdade, se alimentar bem é fundamental desde a infância. Mas a menopausa é uma fase da vida da mulher, onde ela está mais propensa a desenvolver algumas doenças e a alimentação vai fazer muita diferença para diminuir os riscos.

Nesse artigo eu quero te apresentar 6 motivos para que você adote uma alimentação saudável em sua vida. Acompanhe comigo!

Perda do sobrepeso

Estudos apontam que durante a menopausa algumas mulheres podem ter aumento do seu peso corporal, em função das alterações hormonais decorrentes dessa fase da vida.

Nesta fase há uma diminuição do hormônio estrogênio podendo provocar alterações no corpo da mulher, causando uma mudança na silhueta. As alterações hormonais decorrentes da menopausa podem causar uma diminuição da massa muscular e aumento da gordura, especialmente no abdômen (estudoestudo).

A massa muscular diminui enquanto a gordura corporal aumenta.  Essa gordura tende a concentrar-se no abdômen, nas coxas e nádegas. O sobrepeso nessa fase pode ser muito prejudicial para a mulher pois pode aumentar ainda mais o risco de doenças cardiovasculares. (estudoestudo).

Prevenção de doenças

Na menopausa há um aumento do risco do desenvolvimento de certas doenças. Síndrome metabólica, pressão alta, alguns tipos de câncer, osteoporose, transtornos do sono podem surgir nessa fase (estudoestudo).

Envelhecimento

O envelhecimento do corpo é um processo natural da vida. Mas este pode ser desacelerado através de mudanças nos hábitos de vida como ter uma alimentação mais saudável e a prática de atividades físicas.

Melhoria da qualidade de vida

Não é porque a mulher está na menopausa que ela não pode ter uma melhor qualidade de vida. E mais uma vez a alimentação o principal fator para que você consiga viver e aproveitar essa fase da melhor forma possível (estudo).

Corpo em forma

A cada dia cresce o número de mulheres na faixa dos 40 a 50 anos que estão com um corpo em forma, muitas nem aparentam ter essa idade. Então é possível sim fazer mudanças e ter um corpo em forma, basta mudar seu estilo de vida o mais rápido possível.

Maior energia vital

Com o passar dos anos a energia vital tende a cair por conta do envelhecimento das células do corpo. Quando se tem uma alimentação saudável e equilibrada, os nutrientes atuam de forma a aumentar a sua energia vital.

Se você observar um atleta de 60 anos ele tem uma energia vital melhor do que muitas pessoas de 20, 30 anos. Mas quando você pergunta como ele faz para ter essa energia a resposta sempre é a mesma… refeições saudáveis e atividade física regular.

Creio que esses motivos já são mais que suficientes para você repensar sobre a sua nutrição e seus hábitos de vida. Mesmo que você ainda não tenha chegado a fase da menopausa é importante você ter essa consciência. Pois quanto mais cedo você fizer as mudanças, menos problemas e menos riscos você terá na fase mais madura da sua vida.

Eu atendo a muitas pacientes que estão entrando na menopausa e no climatério e sei das dificuldades, das dores de cada uma. Por isso estou aqui para te orientar e te ajudar a passar por essa fase de maneira tranquila, feliz e saudável.

Você deseja ter realmente uma alimentação saudável? Se a sua resposta foi SIM, então parabéns pois você está no lugar certo! Agora vou te orientar na prática como você pode mudar seus velhos hábitos alimentares, por hábitos mais saudáveis.

Como ter uma alimentação saudável e equilibrada? 

A primeira coisa que você deve fazer é mudar a sua mente e se livrar de alguns mitos que você pode ter sobre alimentação e nutrição. Depois você vai entender os 2 passos para uma alimentação saudável.

Há tantos mitos, tantas dietas milagrosas e emagrecimento supostamente enganosos. Muita publicidade “saudável” em cima de produtos cheios de aditivos, açucares e substâncias tóxicas, que é realmente difícil saber o que realmente é saudável ou não.

Talvez você passou a maior parte da sua vida se alimentando de forma errada e prejudicando a sua saúde. Não por que você quis, mas por falta de entender como os alimentos certos podem te beneficiar. Mas a partir de agora você vai mudar muitos conceitos e vai entender como mudar a sua alimentação.

Quebrando mitos sobre alimentação

Antes quero quebrar um mito, muitos acreditam que ter uma boa alimentação é “fazer dieta”. Isso não é verdade, pois existem dietas tão restritivas que são prejudiciais à saúde, ou seja, não tem nada de saudável nelas.

Outro mito muito comum é que para ter uma alimentação saudável gasta-se muito dinheiro. Pelo contrário, ter uma alimentação ruim rica em industrializados é bem mais cara do que comer comida de verdade.

Jogue fora esses mitos agora mesmo! Veja a continuação como você pode se alimentar bem sem viver de dieta e além disso, gastar bem menos do que você gastava.

2 passos para uma alimentação saudável e equilibrada

1º Passo: conhecer os nutrientes que o corpo precisa

Com relação aos nutrientes, é essencial que você compreenda que proteínas, gorduras, carboidratos, vitaminas e minerais são nutrientes essenciais para o perfeito funcionamento do corpo.

Isto inclui ter todas as ferramentas para manter nosso corpo limpo, magro, saudável, forte e desintoxicado.  Vou falar um pouco de cada um desses nutrientes:

  • Proteínas: as proteínas são fundamentais para diversas reações que ocorrem dentro do nosso corpo.

O mais indicado pelos nutricionistas e nutrólogos são as proteínas de elevado valor biológico. Elas podem ser encontradas nas carnes, peixes, feijão, lentilhas, ervilha, grão de bico e sementes como as nozes, que são fundamentais para a boa saúde.  O seu consumo é indicado nas principais refeições (estudo).

  • Gorduras boas: As gorduras quando metabolizadas pelo corpo são boas fontes de energia. Outra vantagem é que elas são ricas em vitaminas, tais como: A, D, E, K (estudo).

Mas quando se fala em gordura gera se um certo medo na população, pois antigamente se acreditava que todas as gorduras faziam mal.

Diversos estudos mostram que isso é um mito. O que é importante você saber é distinguir aquelas gorduras que são saudáveis, daquelas gorduras que causam males e que podem prejudicar a saúde (estudo).

A gordura saudável é encontrada nos óleos vegetais insaturados prensados a frio (como o azeite de oliva extra virgem, óleo de coco). Também pode ser encontrada nas sementes, nozes e peixes. 

  • Carboidratos: O carboidrato é a fonte de energia para o nosso organismo, mas deve se ter muito cuidado com esse nutriente. Há dois tipos de carboidratos (simples e complexos).

Os carboidratos simples, não são bons para a saúde quando ingeridos em excesso podem causar obesidade e outras doença associadas ao aumento de peso. Os carboidratos simples são encontrados nos seguintes alimentos: pães, doces, bolos, massas, arroz, geleias, refrigerantes, sucos e outros mais (estudo).

Já os carboidratos complexos são a fonte mais eficiente de energia para o corpo e deve ser o nutriente mais abundante em uma dieta equilibrada.

Estes carboidratos complexos que fazem parte de uma alimentação saudável são derivados de cereais (aveia, quinoa), batata doce, aipim, batata baroa, arroz integral, milho (estudo).

  • Vitaminas e minerais: em uma alimentação saudável eles são indispensáveis. São responsáveis pela regulação a absorção dos carboidratos, gorduras e proteínas e são obtidos apenas com uma dieta equilibrada. As principais fontes de vitaminas e minerais são frutas e vegetais, principalmente os de cores verde escuro (couve, brócolis, taioba) (estudo).

 

2º Passo: equilibrando os alimentos 

O próximo passo para uma alimentação saudável e saber equilibrar esses nutrientes nas refeições.

Não há alimentos milagre por si só, o excesso ou deficiência de qualquer nutriente provoca desequilíbrios, que podem ser a causa de alguma doenças.

Uma vez que cada nutriente vai atuar em diferentes fases do metabolismo, é melhor que você inclua alguns alimentos em cada refeição.

O melhor é que, em vez de incluir uma série de diferentes alimentos em uma só refeição, você deve ir variando durante a semana.  Desta forma vai facilitar sua digestão e você não vai enjoar do mesmo alimento. Assim suas refeições terão mais sabor e você terá prazer em se alimentar de forma saudável.

Outro detalhe importante é que os legumes devem ser cozidos no vapor ou levemente cozidos isso preserva melhor os nutrientes e facilita o processo de digestão (estudo).

O que comer a partir dos 40 anos

A partir dos 40 anos o metabolismo da mulher dá uma certa desacelerada e pode ocorrer deficiência de nutrientes, vitaminas e minerais, principalmente o cálcio (estudo).

Deve-se incluir alimentos ricos em cálcio como: brócolis, couve, repolho, ovos, semente de gergelim, espinafre, sardinha, linhaça.

A mulher a partir dessa idade deve começar a mudar seus hábitos alimentares para que ela possa viver a fase da maturidade com mais disposição e saúde. E assim com simples mudanças diminuir os sintomas do climatério.

Uma alimentação saudável e equilibrada pode manter a sua saúde em ótimo estado e melhorar a qualidade de vida e prevenir diversas doenças. Uma vez sabido que muitas doenças estão estreitamente relacionadas com alguns maus hábitos de alimentação e de vida.

Não deixe para amanhã o que você pode mudar hoje!!

Concluindo

  • A alimentação saudável é fundamental para a boa nutrição e funcionamento do corpo, bem como para a prevenção de diversas doenças.
  • Se alimentar bem é muito importante para a mulher que está na fase da menopausa. Os nutrientes adequados podem diminuir os sintomas do climatério.
  • Para ter uma alimentação saudável é necessário conhecer os nutrientes que o nosso corpo precisa, bem como conhecer a fonte alimentar desses nutrientes.
  • As mulheres a partir dos 40 anos já devem começar mudar seus hábitos alimentares para viver a fase da maturidade com mais energia e saúde.

Nesta página você poderá acompanhar todos os artigos já publicados no blog, esclarecer suas dúvidas e adquirir mais conhecimento sobre este tema.

Conforme novos artigos e dicas sobre alimentação saudável na menopausa forem publicados, você poderá acompanhá-los de forma organizada nesta página. Isso facilitará seu aprendizado e lhe permitirá vivenciar excelentes experiências no blog:

➤➤➤ 7 PODEROSOS BENEFÍCIOS DO JEJUM INTERMITENTE PARA SUA SAÚDE

➤➤➤ COMO FAZER O JEJUM INTERMITENTE SEU MITOS E CONTRA-INDICAÇÕES

➤➤➤ 11 DICAS PARA VENCER A FOME EMOCIONAL. A GRANDE VILÃ QUE TE ENGORDA SILENCIOSAMENTE

 

Referências Bibliográficas

5/5 (10)

Avalie isso

Comenta AQUI