COMO IDENTIFICAR OS PRIMEIROS SINTOMAS DA MENOPAUSA

Primeiros sintomas da Menopausa
Primeiros sintomas da menopausa.

Essa é uma das principais dúvidas das mulheres: como identificar os primeiros sintomas da menopausa?

Se você está com 40-45 anos e também tem essa dúvida, hoje vai poder aprender e saber tudo sobre as manifestações da menopausa.

Eu vou te contar quais são as causas da menopausa, como saber se você está ou não na menopausa e como saber identificar os primeiros sinais.

O que toda mulher precisa ter consciência é que é possível passar por essa fase com excelência, uma vez que existem formas de gerenciar todos os sintomas, melhorando muito a qualidade de vida.

Quais as causas da menopausa?

Antes de você saber quais são os primeiros sintomas da menopausa e suas causas, vamos fazer uma revisão sobre o que é menopausa?

Recordando, a menopausa acontece para 100% das mulheres e, na maioria das vezes, ocorre dos 45 aos 55 anos. A média é 50-51 anos.

E o que significa a menopausa? Significa que a mulher deixou de menstruar durante doze meses seguidos. Desde que não esteja usando anticoncepcional, isso reflete que o ovário não funciona mais.

Esse é o conceito que eu quero que você guarde e fique bem claro! Combinado?

Mas quais são as causas?

Uma causa é a chamada causa fisiológica. E o que isso significa? Isso quer dizer que a menopausa acontece para 100% das mulheres, ou seja, ela é universal.

Eu, você, e todas as demais mulheres, nascemos com uma quantidade finita de óvulos, que são células dos nossos ovários.

Na verdade, são células que evoluem para liberar os óvulos, chamadas de células foliculares, que são responsáveis pela nossa ovulação.

Lembrando que isso é para todas as mulheres. Por exemplo, nascemos com 500 mil células foliculares, vamos gastando essas células desde a nossa primeira menstruação, até mais ou menos os 50 anos. Quanto esse “estoque” acaba, entramos na menopausa. Então, isso é fisiológico.

Entretanto, a menopausa precoce não é algo fisiológico. Ela acontece em cerca de 1% das mulheres, e depende de vários outros fatores.

Essa menopausa precoce, que acontece antes dos 40 anos, é muito rara. Mas é possível acontecer antes dos 30? Possível é, mas é muito, muito, muito raro.

Veja quais são as causas da menopausa precoce:

  • Alguma alteração genética congênita, isto é, presente desde o nascimento;
  • Alguma doença autoimune que vai agredir o seu ovário ao longo do tempo, fazendo com que haja uma perda da função precocemente;
  • Uma causa cirúrgica. Ou seja, por algum motivo houve a retirada de um ou os dois ovários, levando à menopausa assim que os ovários foram retirados. Porém, se foi retirado um e o outro ovário permaneceu em funcionamento, é possível que este aguente suprir a produção hormonal sozinho durante algum tempo.

Mas você lembra que nós nascemos, em média, com 500 mil células? Esse é só um exemplo, mas algumas mulheres podem nascer com um pouco menos. Mesmo assim, independentemente da quantidade, vamos gastando essas células durante todos os meses.

Ausência de menstruação sempre indica menopausa?

É preciso ter uma coisa em mente: quando a mulher tira o útero, ela passa a não menstruar mais, mas os seus ovários continuam funcionando.

Então, dá uma impressão que já se está na menopausa, justamente pela ausência da menstruação. Mas, se a sua função ovariana continua inalterada, produzindo hormônios, isso quer dizer que a mulher não está na menopausa.

Além disso, existem outras causas ou fatores que podem acelerar a menopausa?

Sim! A mulher que fuma tem mais chances de entrar na menopausa mais precocemente.

Outros fatores também podem desencadear essa menopausa de forma mais prematura. É o caso da quimioterapia, que pode ser realizada por causa de algum tumor que a mulher tenha tido ou tenha como, por exemplo, um câncer de mama.

Se a mulher teve algum tipo de câncer, no qual a região pélvica tenha sido irradiada pela radioterapia, isso também faz com que possa ocorrer menopausa precoce.

Ainda, o uso de determinadas drogas pode fazer com que o ovário provoque uma interferência na produção hormonal.

Desta forma, excluindo fatores fisiológicos, naturais, que fazem com que 100% das mulheres passem pela menopausa, existem várias outras causas que podem prejudicar a nossa produção hormonal. Com isso, a menopausa pode ocorrer antes da data normalmente esperada.

Mas isso é ruim?

Claro! Isso é ruim não apenas por causa da mudança da data esperada. É ruim também por acontecer de forma antecipada, trazendo uma série de manifestações negativas.

E por que é ruim?

Porque nós precisamos desses hormônios para várias funções do nosso corpo. Sendo assim, a partir do momento que não temos mais esses hormônios, o funcionamento de várias partes do nosso organismo fica comprometido. E desta forma, nossa saúde como um todo fica prejudicada.

Por exemplo: as células dos ossos, da pele, dos vasos, enfim. Grande parte do nosso corpo vai sofrer com toda essa deficiência hormonal.

Para se ter uma ideia, são cerca de 400 funções celulares que dependem da estimulação dos ovários para executarem suas funções corretamente. Assim, os ovários produzem substâncias que estimulam células e órgãos.

Porém, quando está faltando hormônio, aquela determinada função vai sofrer prejuízo. Isso ocorre pois o organismo precisa daquele hormônio para que as reações aconteçam e tudo funcione de forma adequada.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Como saber se estou na menopausa?

Então, agora que você já aprendeu sobre o que é a menopausa e porque ela acontece na vida de todas as mulheres, como é que se pode saber se a menopausa já chegou?

Quando a mulher está na faixa etária dos 45 aos 55 anos e há ausência de menstruação durante doze meses consecutivos. Além disso, há o aparecimento de alguns sintomas que antes não eram sentidos. Esse quadro indica que, possivelmente, já se esteja na menopausa.

É importante lembrar que isso é válido apenas para a mulher que não faça uso de nenhum remédio anticoncepcional.

Sendo assim, é preciso ficar bem atenta, pois os primeiros sintomas da menopausa podem acontecer de 5 a 7 anos antes da menopausa em si, na chamada pré-menopausa.

Por isso, assim que começar a perceber alguma coisa diferente, entre a faixa etária dos 45-55 anos, converse com seu médico ginecologista.

Ele (ou ela) vai avaliar todos os sintomas, suas queixas, a irregularidade menstrual e assim por diante. Desta forma, o médico pode suspeitar ou até já fechar o diagnóstico da menopausa só pela clínica.

Contudo, ele também pode solicitar uma dosagem dos hormônios para verificar seus níveis: o FSH e o LH. Esses hormônios são enviados para o nosso cérebro para estimular os nossos ovários.

Se o ovário não está funcionando, o FSH e o LH aumentam, na tentativa de estimular o funcionamento do ovário. No entanto, o exame que os médicos mais pedem é o FSH.

Logo, o que não está sendo produzido vai provocar a diminuição do estrogênio, da progesterona e da testosterona.

Vamos voltar lá no diagnóstico da menopausa. Com base na avaliação clínica e na análise laboratorial complementar, o seu médico pode te falar se você está na menopausa e o motivo dos sintomas apresentados por você.

Envie-me AQUI uma mensagem por Whatsapp

Como identificar os primeiros sintomas da menopausa?

Saiba que os primeiros sintomas da menopausa já podem estar se manifestando bem antes da interrupção menstrual. Tudo é bem sofrido, impactando negativamente a sua vida.

Por isso, quero enfatizar os sintomas mais frequentes. Assim, você ficará atenta se isso está ou não acontecendo.

Irregularidade menstrual

Preste atenção:

  • Se não usar anticoncepcional e seus ciclos, que eram todos regulares, certinhos, de repente começarem a atrasar;
  • Se o período ficar mais curto, a menstruação passar a durar mais ou menos dias;
  • Se o sangramento, que era numa quantidade normal, está mais ou menos intenso, pode ser que a menopausa já esteja se anunciando.

Costumo dizer que vira uma verdadeira “bagunça menstrual”. Isso já pode acontecer na pré-menopausa, que é aquele período que antecede a menopausa, onde os hormônios já estão reduzindo.

A tendência é que os sintomas fiquem mais exacerbados na menopausa, que significa que a conta hormonal já se esgotou. Ou seja, todas aquelas substâncias, que são os hormônios importantes para que seu corpo funcione, não existem mais.

E quais os outros sintomas que podem acontecer na menopausa que já está instalada ou ainda na pré-menopausa?

Calorão ou fogacho ou suor excessivo

A mulher esquenta e tem um suor excessivo, podendo acontecer a qualquer hora do dia. Para se ter uma ideia, de 80 a 90% das mulheres apresentam calorão e essa é uma das maiores queixas.

Insônia

Você pode começar a ter insônia, seja por causa do calorão, ou pela irritabilidade decorrente do cansaço que está sentindo. Quando não conseguimos dormir bem, no dia seguinte ficamos mais desanimadas e sem energia.

Alterações de humor

Muitas mulheres ficam mais irritadas, algumas mais ansiosas e outras mais depressivas.

Aumento de peso

Uma marca do aumento de peso é o maior acúmulo da gordura abdominal.

Diminuição da libido

Junto com a diminuição da libido, vem a falta do desejo sexual. Isso pode acabar afetando muito a relação com o seu parceiro.

Ressecamento vaginal

A falta de lubrificação pode acabar causando dor na relação sexual. Isso também acaba interferindo no relacionamento, porque a mulher não vai querer ter relação.

Aumento do risco para doenças cardiovasculares

Com o aumento do colesterol e da pressão arterial, a mulher passa a ter mais riscos de sofrer infarto e derrame.

Perda de massa óssea

Isso aumenta o risco de osteopenia e osteoporose, porque os ossos ficam mais frágeis e mais suscetíveis a fraturas.

Eu estou citando apenas os primeiros sintomas da menopausa, os mais frequentes e aqueles que as mulheres mais se queixam. Mas você sabia que existem cerca de 76 sintomas?

Isso mesmo! Por isso, escrevi um artigo sobre todos esses 76 sintomas da menopausa. É muito importante que toda mulher tenha isso em mente. Não necessariamente você vai ter todos eles, mas alguns podem durar por pouco tempo e outros podem persistir por anos e anos.

Dependendo da mulher, alguns sintomas podem durar 2 anos e desaparecer. Mas alguns outros são progressivos, como, por exemplo, a atrofia urogenital, que é a secura vaginal. Isso pode aumentar o risco para infecção urinária e também genital.

Por isso, é muito é importante buscar um profissional que esteja comprometido com a saúde da mulher. Dessa forma, além de gerenciar melhor todos esses sintomas, vai te ajudar muito na prevenção de doenças sérias.

Envie-me AQUI uma mensagem por Whatsapp

Posso tratar esses primeiros sintomas da menopausa?

Agora que você viu quais são os primeiros sintomas mais comuns da menopausa, saiba que existem diferentes causas. Sendo assim, é importante pensar em tratar.

Procure conversar com seu médico. Depois da avaliação clínica, juntamente com alguns exames complementares que talvez ele solicite, ele vai poder definir qual o melhor tratamento para o seu caso.

Tudo isso com base na experiência dele e de acordo com a sua necessidade. Isto é, para suprir o que está em falta no seu corpo, excluindo qualquer contraindicação. Ele vai orientar tudo que for necessário fazer para dar um basta nos seus sintomas.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Conclusão

Com tudo isso, é muito importante ter em mente que nenhuma mulher precisa sofrer com os primeiros sintomas da menopausa!

Agora que você aprendeu tudo aqui, entendeu o porquê disso acontecer no seu corpo e aprendeu a identificar os sinais, procure um profissional que esteja comprometido com a sua saúde. Busque ajuda.

Imagine quantas mulheres estão sofrendo por causa da menopausa e não buscam tratamento, ou pela falta de informação ou até mesmo por medo.

Por isso, vale a pena compartilhar o que você acabou de aprender aqui! Ajude também o máximo de mulheres que conhecer!

Nenhuma mulher precisa conviver com todo esse sofrimento!

5/5 (4)

Avalie isso

Comenta AQUI