COMO CONTROLAR A IRRITABILIDADE EXCESSIVA NA MENOPAUSA

Como-Controlar-a-Irritabilidade-excessiva-na-Menopausa
Como controlar a Irritabilidade na Menopausa

Você está com uma irritabilidade tão excessiva que nem mesmo está se aguentando? E pior, está afetando a sua vida?

É bem capaz de muitas outras coisas estarem acontecendo, mas é importante que toda mulher aprenda a como gerenciar e lidar com toda essa situação, muitas vezes tão desagradável.

O melhor de tudo é que não precisa sofrer com essa questão de irritação constante, que é um sintoma bem frequente na menopausa.

Hoje, vou lhe contar como controlar essa irritação, além de você entender com mais clareza porque ela acontece nessa fase.

É normal irritar-se mais fácil na menopausa?

Antes de mais nada, você já deve saber que junto com a menopausa vários sintomas podem aparecer e um deles é a irritabilidade.

Saiba que é normal sim irritar-se com mais facilidade na menopausa porque os seus hormônios estão totalmente desequilibrados.

Na maioria das vezes, a mulher começa a se sentir uma pessoa desagradável não apenas com os outros, mas com ela mesma.

É muito comum a mulher se irritar pelas mínimas coisas, com o marido, os filhos, os amigos e no trabalho. Pequenas coisas que não te incomodavam, passam a te incomodar.

Mas se a mulher estiver ciente do que se passa com seu corpo, tem como passar por essa fase da melhor forma.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Por que acontece essa irritação constante?

Em primeiro lugar, esse mesmo sintoma da irritabilidade que aparece na pré-menopausa e depois na menopausa, se confunde muito com os sintomas da TPM.

Talvez a mulher nem faça ideia de que pode ser a menopausa que está chegando justamente por ainda achar que pode ser a TPM.

Mas por que pode ser confundido com a TPM? Porque as mesmas oscilações hormonais que acontecem com a mulher quando mais jovem, também acontecem na menopausa.

O nosso ovário nasce com uma conta hormonal finita. Nós, mulheres, nascemos com uma grande quantidade de células e desde a primeira menstruação, por volta dos 10, 12 anos, nós vamos gastando todas elas.

E esse gasto vai acontecer até em torno dos 50 anos. Isso significa que a mulher não vai produzir mais determinados hormônios que são importantes para que o seu humor fique estável.

Caso você está passando dos 40 anos, é uma época que a menopausa já está se anunciando. Em média, acontece para a maioria das mulheres por volta dos 50, 51 anos.

Mas pode ter uma variação, que vai dos 45 aos 55 anos. Mas o que é menopausa?

Significa que a mulher fica sem menstruar por doze meses consecutivos, desde que não esteja tomando nenhum anticoncepcional.

Já na pré-menopausa, a mulher começa a ter uma baixa de progesterona, que é um dos hormônios que o ovário produz. Além de começar a ter flutuações de um outro hormônio, o estrogênio.

Com o passar do tempo, a progesterona acaba, assim como o estrogênio também não é mais produzido.

Por falar na progesterona, sabe porque seus níveis aumentam durante a gestação?

Porque na gestação, a mulher tem que estar tranquila, principalmente para que ela não aborte ou tenha um parto prematuro.

Assim, a progesterona ajuda a mulher a ficar calma, a dormir bem e ficar de bom humor.

Da mesma forma, a progesterona é importante em outras fases da vida, principalmente falando de pré-menopausa e de menopausa.

É por isso que seu humor e sua qualidade do sono vai mudando e você começa a ter toda essa impaciência.

E depois da progesterona, vem o estrogênio, que é importante para a produção de substâncias no seu cérebro, onde uma delas é a serotonina.

Lembrando que o nosso ovário não serve apenas para a reprodução. Ele tem também uma função endócrina, logo, quando acaba a parte reprodutiva, fica faltando a parte endócrina da mulher.

Você agora percebeu como esse declínio hormonal interfere em muitas outras funções do seu corpo. Por isso que é importante estar atenta aos primeiros sinais.

Muitas vezes, a mulher não dá muita importância e quando se der conta, sérios problemas podem acontecer.

Como nosso corpo funciona?

É importante toda mulher ter uma noção do que está acontecendo no seu corpo. Assim, vai ficar mais fácil entender o que está passando.

O seu humor vai mudando porque a serotonina que traz uma sensação de bem-estar está deixando de ser produzida.

É por isso que algumas mulheres tomam antidepressivos, porque eles trazem de volta essa serotonina que está em baixa.

Mas muitas vezes, você pode estar tomando um antidepressivo e não entender que o problema está no seu ovário que não está mais funcionando.

Lembrando que o ovário não serve apenas para a reprodução. Ele tem também uma função endócrina, logo, quando acaba a parte reprodutiva, fica faltando a parte endócrina da mulher.

Juntamente com o declínio dos hormônios, cai também a produção dessas substâncias no cérebro, chamadas de neurotransmissores, como as endorfinas e a serotonina.

Já imaginou que você está irritada, e sem falar nos outros tantos sintomas da menopausa, e essa irritabilidade pode ser algo direto, mas também indireto?

De repente, a mulher vai estar irritada não apenas pelas substâncias em falta no cérebro, mas porque está cansada.

Sabe como a mulher começa a se sentir? Como uma pessoa não agradável, se sentindo desconfortável com ela mesma.

Só que às vezes, ela não faz ideia do que pode estar causando tudo isso e não procura ajuda para tentar resolver.

Continua sem paciência com todos que estão à sua volta e provavelmente, toda essa irritação pode acabar afetando sua relação com outras pessoas.

Mas é importante a mulher ter em mente que é possível melhorar toda essa situação. Não tem porque continuar convivendo com tanto desconforto!

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Como controlar a irritabilidade excessiva na menopausa?

Existem coisas bem simples que toda mulher pode fazer no seu dia a dia para melhorar toda essa irritação:

Exercícios físicos

Se você não gosta de academia, dê uma caminhada na rua. Fora os outros benefícios do exercício, melhora a produção de substâncias no cérebro, as endorfinas.

O ideal é fazer todos os dias, no mínimo, uma caminhada.

Dormir bem

É bom que você tenha bem claro que como é importante dormir bem. E como é a higiene do sono?

  • Ir para a cama sempre no mesmo horário
  • Jantar mais cedo
  • Fazer uma refeição leve
  • Apagar a luz para começar a produzir melatonina naturalmente
  • Tomar um banho relaxante
  • Desligar a TV e o computador

Esse ritual que vai lhe ajudar a dormir bem. No máximo, ler um livro no quarto.

Talvez a mulher possa estar tendo outro sintoma da menopausa, que é o calorão, que vai interferir na qualidade do seu sono.

Se você não dorme bem, seja porque não praticou a higiene do sono, seja porque está tendo calorão ou porque está muito ansiosa, isso vai fazer com que não durma bem.

E quando acordar, vai estar cansada, o seu dia não vai ser bom, ficando mais irritada facilmente.

Mas saiba que existem algumas maneiras para a mulher controlar a irritabilidade na menopausa, especialmente saber lidar com a ansiedade. Quer saber como?

Meditação

Só para você ter uma ideia, eu mesma estou começando a fazer meditação e tem me ajudado bastante.

Você pode baixar no seu celular uma meditação guiada. Mas como vai poder lhe ajudar?

A meditação trabalha toda a sua respiração, traz a pessoa de volta para o presente. E quando você começa a criar consciência disso, consegue fazer esse autocontrole.

Terapia de Reposição Hormonal

Eu vou lhe contar porque a terapia de reposição hormonal pode lhe ajudar com toda essa irritação:

  1. Ajuda com a ansiedade;
  2. Vai tirar o calorão e assim vai dormir melhor;
  3. Ajuda na produção dos neurotransmissores, melhorando o seu humor, a irritabilidade e os sintomas da depressão.

A mulher tem muitos benefícios com a terapia de reposição hormonal.

O que a mulher precisa é buscar por um médico que tenha experiência em tratar menopausa e que goste de tratar menopausa e principalmente, que esteja comprometido com a sua saúde.

A terapia de reposição hormonal quando é bem feita, na dose e na via certa para você, além do acompanhamento adequado melhora demais, não apenas essa irritabilidade, mas todos os sintomas relacionados à menopausa.

Conclusão

Agora que você já sabe o que está causando toda essa irritabilidade e o que pode fazer para lidar com isso da melhor forma, está nas suas mãos procurar uma maneira para voltar a ter o seu bom humor de volta.

É importante que fique bem claro é que nenhuma mulher precisa e nem deve conviver com todo esse sofrimento, interferindo tanto na sua qualidade de vida.

Pense que não precisa sofrer e se quando a mulher entra na menopausa aprender o que está acontecendo, sem dúvida alguma, pode ser sim uma menopausa de sucesso.

A grande questão aqui é que nem todas as mulheres têm acesso às mesmas informações que você acabou de ter e continuam sofrendo.

Por isso, compartilhe com suas amigas o que acabou de aprender!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *