A ARMADILHA QUE MAIS ENGORDA VOCÊ NA MENOPAUSA

No artigo de hoje, da nossa série ABC da Menopausa, você vai entender, de uma vez por todas, qual é a armadilha que mais te engorda na menopausa!

Você tem sofrido com o aumento de peso

Não sabe o que fazer para reverter essa situação?

Venha comigo e entenda como você deve pensar e agir para nunca mais cair nessa cilada!

CONHEÇA A ARMADILHA QUE MAIS ENGORDA VOCÊ NA MENOPAUSA!

O que acontece na menopausa que já engorda você?

Em primeiro lugar, precisamos compreender o que ocorre na menopausa e porque o ganho de peso é comum nessa fase. Por isso, vou revisar brevemente os conceitos mais básicos.

Agora, se é uma das minhas rainhas seguidoras, já deve saber essas informações de cor e salteado! Certo?

Então vamos lá…

A menopausa nada mais é do que a aposentadoria dos ovários

Portanto, temos uma redução do estrogênio e testosterona. Além disso, mesmo antes da menopausa, já há diminuição de DHEA (dehidroepiandrosterona) e testosterona, que são hormônios anabólicos. Ou seja, são fundamentais para a construção e manutenção da massa muscular. Também são importantes para aumentar a taxa metabólica basal, o que contribui para uma maior queima de gordura.

Por isso, a falta desses hormônios acarreta uma série de mudanças que fazem com que a mulher perca massa magra e ganhe massa gorda. Sendo assim temos:

  • Mudanças na forma corporal. Ou seja, a composição corporal se altera, fazendo com que a mulher perca músculos e ganhe gordura. Entretanto, a deposição de gordura também muda. Isto é, o corpo feminino passa do padrão “pera” para o perfil “maçã”. Tal fato acontece porque deixamos de acumular gordura nos quadris, glúteos e coxa e passamos a armazenar gordura nos braços, barriga e costas;
  • Desenvolvimento de resistência à insulina, devido a diminuição do estrogênio. Com isso, os açúcares ingeridos não conseguem entrar nas células e se acumulam no sangue;
  • Ativação da lipase lipoproteica, que utiliza o excesso de açúcar no sangue para acumular gordura, principalmente na região abdominal.

Portanto, a falta de hormônios, por causa da menopausa, gera mudanças no metabolismo. Logo, ganhamos massa gorda e perdemos massa magra (sarcopenia). Porém, mulheres sedentárias já começam a perder musculatura muito antes da menopausa. Com isso, já chegam nessa fase da vida em défict e sofrem ainda mais.

Sendo assim, praticar exercícios físicos de força como, por exemplo, musculação e treinamento funcional, é a forma ideal de manter a massa magra e o metabolismo mais acelerado na menopausa.

Qual o nome dessa armadilha que mais engorda na menopausa? 

Eu chamo a armadilha que mais engorda na menopausa de “MAIS DO MESMO”.

Como assim, mentora?

Na história da humanidade, já vivemos épocas de escassez. Ou seja, nossos antepassados viviam na natureza e por isso, não tinham comida disponível e fácil o tempo todo.

Literalmente, precisávamos correr para caçar e poder nos alimentar e também para fugir dos predadores!

Mais tarde, com a agricultura, a sobrevivência ficou mais fácil, mas ainda dependíamos da colheita para obter alimento. Mesmo assim, não dava pra estocar grandes quantidades por muito tempo.

Já na era industrial e com os avanços tecnológicos atuais, temos comida disponível o tempo todo, estocada em nossos armários, geladeiras e freezers.

E foi assim que surgiu a armadilha que mais engorda na menopausa!

A industrialização dos alimentos

A indústria alimentícia nos colocou numa enorme cilada!

Por uma lado, é muito bom não precisar colher, caçar e passar fome. 

Por outro lado, os alimentos industrializados enchem o nosso estômago, mas não nutrem de verdade.

Sendo assim, nossos antepassados só consumiam alimentos naturais e frescos. Já nós, estamos acostumadas a ingerir calorias vazias, alimentos que inflamam e nos deixam acima do peso, obesas, porém desnutridas!

Por isso, cada vez mais aumentam as doenças crônicas e o uso de inúmeros remédios!

Dê uma olhada na sua despensa…

Quantos produtos industrializados de má qualidade você estoca?

Você tem as prateleiras repletas de pães, cereais matinais, bolachas e biscoitos (integrais ou não), açúcar, leite condensado, achocolatado e etc…

Pois saiba que isso precisa mudar o mais rápido possível!

São todos alimentos ricos em carboidratos que vão contribuir para a sua resistência à insulina e o ganho de gordura na menopausa.

Mas calma!

Existem produtos industrializados saudáveis SIM…mas são a minoria! Logo, alguns exemplos são o azeite e o óleo de coco.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Como essa armadilha prejudica você?

Como você já deve ter desconfiado, uma alimentação baseada em produtos industrializados nos leva a consumir “MAIS DO MESMO” de diferentes formas. Ou seja, tudo o que comemos é rico em carboidrato!

Com isso nos enchemos de carboidratos industrializados no café da manhã, no almoço, no jantar e nos lanches intermediários!

Assim, não tem como não engordar!

Desta forma, o consumo exagerado de carboidratos afeta seu metabolismo ainda mais. Isto é, maior resistência à insulina, maior inflamação, mais disfunções em células, tecidos e órgãos.

Tudo isso leva a:

  • Mudança forma corporal;
  • Obesidade e sobrepeso;
  • Diabetes; 
  • Aterosclerose;
  • Infarto e derrame;
  • Dores de cabeça, fibromialgias e dores articulares;
  • Insônia e cansaço crônico;
  • Memória ruim e falta de concentração;
  • Disbiose intestinal, estufamento e gases em excesso;
  • Inchaço abdominal e nas pernas (dores também);
  • Alteração do humor e ansiedade;
  • Demência;
  • Câncer.

O consumo de alimentos industrializados ricos em carboidratos faz com que você desenvolva uma série de doenças e aumenta o risco para todas estas listadas acima!

É essa a grande armadilha que te detona e te engorda na menopausa!

Sem perceber, você come todos os dias muito mais carboidratos do que as suas células têm condições de absorver, prejudicando todo o funcionamento do seu corpo.

O que fazer para escapar dessa armadilha que mais engorda na menopausa?

Escapar dessa arapuca é muito simples! Basta aprender sobre o que vem dentro de cada embalagem!

Mas como?

Leia a tabela nutricional! 

Sabe aquelas letrinhas miúdas escondidas no rótulo? Pois é, são elas mesmas que você precisa criar o hábito de ler!

Isto porque a tabela nutricional indica a composição do alimento. Ou seja, lá está escrito quanto cada porção tem de:

  • Carboidratos;
  • Proteínas;
  • Gorduras totais, saturadas (de origem animal), insaturadas (de origem vegetal) e trans (oriundas da hidrogenação da indústria);
  • Fibras;
  • Outros nutrientes;
  • % VD, ou seja, valor diário recomendado para um adulto comer por dia daquele nutriente. Por exemplo, a recomendação diária de cálcio e sódio. Tal valor é baseado em uma dieta de 2000 kcal por dia.

Sendo assim, ler a tabela nutricional vai fazer com que você tenha conhecimento daquilo que você está realmente levando para a casa! 

Logo, você vai perceber que muitos alimentos nos enganam…achamos que são saudáveis…mas não são!

Com isso e com o tempo, você aprenderá a fazer escolhas cada vez melhores!

A ARMADILHA QUE MAIS ENGORDA VOCÊ NA MENOPAUSA!

Conclusão

A indústria alimentícia consegue fazer alimentos que são saborosos e nos fazem comer cada vez mais, de forma compulsiva, mesmo sem fome.

Nos acostumamos a estocar esses alimentos e entramos em um perigoso círculo vicioso de excesso de carboidratos – desenvolvimento de doenças psíquicas e físicas – perda da qualidade de vida – uso de remédios crônicos – maior risco para inúmeras doenças – mais vontade de comer…e por aí vai!

Portanto….

NÃO COMA SEM SABER O QUE VOCÊ ESTÁ COMENDO!

LEIA A TABELA NUTRICIONAL!

Por fim, reduzir o consumo de alimentos industrializados e ler o rótulo daqueles que você consome é a única forma de fugir da armadilha que mais engorda na menopausa!

Comece! Logo será um hábito!

Para aprender cada vez mais, me siga também no Instagram, Facebook, YouTube e entre no meu grupo de rainhas no Telegram!

Aproveite e compartilhe esse conteúdo com mais mulheres que precisam começar a ler a tabela nutricional e escolher melhor seus alimentos!

Ninguém precisa engordar na menopausa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *