O QUE É MENSTRUAÇÃO? ENTENDA O QUE INDICA ESSE CICLO MENSTRUAL NA SUA SAÚDE

Tipos-de-menstruação
Tipos de menstruação

Será que você sabe o que a menstruação diz sobre sua saúde? Pois isso, o assunto de hoje é sobre período menstrual, pois ele faz parte do dia a dia de muitas mulheres. Muitas de nós, menstruamos todos os meses, mas será que você sabe como esse ciclo menstrual acontece dentro do nosso corpo?

Hoje trouxe para você o conceito de menstruação, vamos entender como funciona o período menstrual e quais são os tipos de menstruação que existem. Vamos lá?

O que é a menstruação e como deve ser o sangue menstrual

Antes de abordarmos como deve ser o sangue na menstruação precisamos entender um pouco sobre o ciclo do período menstrual.

A mulher passa por algumas fases na sua vida, uma delas é a adolescência. Nesta fase, aproximadamente entre os 10 aos 12 anos, ocorre um grande marco que é a menarca. A mulher então passa a menstruar e assim continua por mais ou menos 40 anos, quando chega a menopausa e finaliza esse ciclo.

Essa interrupção se dá porque nascemos com um número finito de células nos nossos ovários. Possuímos um número aproximado de 300 a 500 mil células.

Então, o que acontece antes que menstruação descer?

Para que a menstruação aconteça é necessária uma sintonia entre os órgãos hipotálamo, hipófise e ovário, pois um estimula o outro a executar suas funções. Outras glândulas também podem interferir na menstruação, como  a tireoide e ainda há outros fatores como excesso de atividade física, estresse crônico e alimentação inadequada com interferência no ciclo menstrual.

As mulheres que não fazem uso de anticoncepcional geralmente possuem 12 ciclos referentes aos 12 meses do ano. Caso ocorram três menstruações irregulares dentre esses 12 ciclos, ainda é considerado dentro da normalidade.

Existem alguns padrões menstruais. Uma menstruação considerada normal possui um ciclo com intervalo de 28 a 30 dias. Contudo, existem algumas mulheres que apresentam variações tanto no intervalo quanto no número de dias com ciclos que podem acontecer entre 25 dias ou 35 dias.

Com relação à duração do ciclo do período menstrual, é comum que a mulher menstrue de 3 a 6 dias, no entanto, algumas menstruam mais que isso. A média da quantidade de sangue é de 30 a 50 ml, porém, a quantidade de sangue é algo mais complicada de medir. No entanto, é importante ficar atenta, pois um sangramento muito forte pode comprometer sua saúde.

E como funciona o nosso período menstrual até a menstruação? Todos os meses o corpo da mulher é preparado para receber o produto da fecundação . Seus ovários recebem um estimulo para preparar o útero para que mulher engravide de forma a preservar a espécie humana.

O útero funciona como um cesto, o qual nós precisamos preparar, fazer crescer sua camada interna para receber o óvulo fecundado pelo espermatozoide.

Traremos aqui como exemplo um período menstrual com ciclo de 28 dias para ilustrar o funcionamento.

Uma substância chamada FSH, vem da nosso cérebro com a função de estimular os ovários. Esse estímulo faz com que as células ovarianas cresçam 2 milímetros todos os dias. No entanto, apenas uma dessas células se torna dominante.

Ao chegar no tamanho de 24 a 26 milímetros, essa célula abre e libera o óvulo, caracterizando assim metade do ciclo. Nos 14 dias iniciais do ciclo,  o hormônio que predomina é o estrogênio.

Os níveis de estrogênio sobem ao mesmo tempo que os ovários são estimulados. Em resumo, nos primeiros 14 dias do ciclo o ovário é estimulado pelo FSH, produzindo o estrogênio, principalmente, e este por sua vez, vai preparando a camada interna do útero para receber o produto da fecundação.

Em torno do 14 dia do ciclo o ovário libera o óvulo e passa a ter um cisto chamado de corpo lúteo. Quando isso acontece, o hormônio que passa a ser mais produzido é a progesterona.

A progesterona também prepara o útero para receber o produto da fecundação e tem a função de complementar a ação do estrogênio melhorando as condições da camada interna do útero para a nidação, que é justamente a implantação do produto da fecundação.

Se essa nidação não ocorre, a mulher menstrua. As mulheres que não tomam anticoncepcional passam por essas fases de estímulo no útero todos os meses. Quem toma anticoncepcional inibe esse processo.

Não ocorrendo a gestação cai os níveis de progesterona e estrogênio e a mulher que começa o período menstrual, pois a queda hormonal deixa de nutrir a camada interna do útero. Isso gera um comando para o cérebro que faz com que tudo aconteça novamente.

Quais são os tipos de menstruação e seus significados?

Abordaremos agora quais são os tipos de menstruação que existem. Será que menstruar de forma diferente pode significar alguma alteração? Sim, e é isso que iremos trazer agora.

Como abordamos anteriormente, existem alguns padrões menstruais. Algumas menstruações são longas ou curtas, de muita ou pouca intensidade, com coágulo, com sangue vermelho vivo, mau cheiro, variando o ciclo. Cada uma delas pode expressar alguma coisa.

Menstruação marrom ou tipo “borra de café”

Esse padrão menstrual marrom relacionado tanto com o início, quanto o final da menstruação, ou seja, pode ocorrer em ambos os casos. É considerado normal e esperado nesses períodos. Isso ocorre porque o sangue vai sendo decomposto. Quando ele está escuro, quer dizer que já passou por uma decomposição de micro-organismos.  

Existe também a menstruação que parece uma borra de café, que é bem similar a marrom, então nem sempre é possível diferenciar. Este padrão está relacionado à escapes menstruais, uso de pílula que não está indo muito bem e também pode aparecer em algumas mulheres grávidas.

Menstruação com sangue vivo

A menstruação com sangue vivo é considerada o padrão normal de menstruação. Ou seja, é o esperado que se ocorra. A parte interna do útero é como se fosse raspada e a superfície que fica é “cruenta”, portanto é esperado que o sangue seja vermelho vivo.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Menstruação com cheiro forte

A menstruação com cheiro forte pode ser derivada de alguma infecção por bactéria, micro-organismo, que começou a se manifestar no período menstrual. Nesse caso, é necessário procurar um médico para que ele possa investigar o que está causando a possível infecção e recomendar o tratamento adequado.

Uma dessas bactérias pode ser a Gardnerella vaginalis., que tem como característica trazer um odor semelhante ao de peixe podre.

Se você observa um cheiro que não seja característico do ciclo da sua menstruação, é recomendável consultar um médico.

Menstruação com cheiro de ferro

No nosso sangue naturalmente existe a presença de ferro. Ele é um mineral que compõe o sangue e também está presente no período menstrual. Quando a pessoa possui um sangramento que não tem tempo suficiente para ficar no útero, ou seja, o tempo necessário para que o ferro se deteriore, acaba gerando o cheiro de ferro na menstruação.

Menstruação com coágulos

Geralmente acontece com pessoas que sangram muito na menstruação. Isso porque o sangue vem com muita intensidade e não tem tempo de sair , acaba acumulando. Esse acúmulo gera os coágulos. Quem possui mioma também pode ter esse tipo de menstruação.

Menstruação com pouco sangue

As mulheres que fazem uso de anticoncepcional, possuem tendência a menstruar pouco sangue. Além disso, quem usa o DIU Mirena também pode menstruar com pouco sangue.

Também pode acontecer com mulheres passando pelo climatério, quando a menstruação vai mudando e eventualmente parando. Além disso alterações na tireoide também podem interferir na menstruação.

Menstruação com muito sangue 

Com relação à menstruação com muito sangue, uma das causas pode ser o DIU de cobre que pode fazer com que você menstrue mais.

Outro aspecto que tem influência é a adolescência justamente por haver ainda uma imaturidade do eixo hipotálamo-hipófise-ovário, a pessoa pode acabar menstruando de forma irregular.

Até mesmo no climatério a mulher pode passar por essa disfunção e sangrar de forma demasiada, pois a função do ovário está se deteriorando.

Cuidados importantes para a saúde íntima

Ao longo deste artigo, pudemos observar que existe um padrão de menstruação considerado normal. No entanto, mais do que isso, é importante reforçar que a mulher precisa um período menstrual que seja padrão para ela.

Ou seja, se a cada mês o período menstrual possui uma duração diferente, já serve como alerta de que algo pode estar errado e nesse caso é necessário a consulta a um médico.

Qualquer disfunção ovariana, da tireoide que também pode influenciar no período menstrual, ou qualquer outra alteração que possa alterar o padrão menstrual, precisa ser analisada por um profissional.

Se a mulher sangra muito, pode agravar casos de anemia. Se há um mau cheiro, pode haver infecção bacteriana. Então é muito importante estar atenta a tudo isso e procurar um médico ginecologista caso perceba alguma alteração.

O cuidado com a saúde feminina é muito importante. Por isso, deve ser feito durante toda a vida. Nós, mulheres, somos sujeitas que passamos por esse ciclo durante boa parte de nossas vidas.

Por aproximadamente 40 anos menstruamos e somos submetidas a essas fases sobre as quais falamos hoje. É um cuidado fundamental e contínuo que nunca deve ser esquecido nem negligenciado.

Esse foi o nosso assunto de hoje! Se você gostou não se esquece de curtir, comentar a sua opinião e as suas experiências. Compartilha com as suas amigas para que elas também saibam um pouco mais sobre o assunto. Se inscreve no meu canal de youtube e continue acompanhando para receber mais e mais conteúdos bem bacanas e com muito carinho para vocês!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *