COMO SABER SE ESTOU NA MENOPAUSA? SERÁ QUE ESTOU NA IDADE?

como saber se estou na menopausa
como saber se estou na menopausa

Uma dúvida que é muito frequente entre as mulheres e talvez seja a sua também é: como saber se estou na menopausa? Ou ainda: será que eu estou na idade da menopausa?

São tantos sintomas diferentes que talvez você possa estar sentindo e nunca parou para pensar que podem estar relacionados à menopausa e climatério, até mesmo por falta de informação.

Por isso, é muito importante prestar atenção a todos esses sintomas que podem estar acontecendo nesse período da sua vida, os quais podem estar afetando a saúde.

Como saber se estou na idade da menopausa?

Antes de começar, é sempre bom relembrar alguns conceitos, como menopausa e climatério.

Então, a menopausa significa quando a mulher fica 12 meses consecutivos sem menstruar, marcando o fim do seu período reprodutivo.

Para que você possa entender melhor esse período, imagine que hoje é dia 8 de junho de 2018 e sua última menstruação foi no dia 8 de junho de 2017. Isso significa menopausa, isto é, um ano sem menstruar.

Agora, tudo o que vem antes dessa fase e o período que vem após a parada da menstruação, lhe trazendo todos esses sintomas, é chamado de climatério.

Mas, como saber se estou na menopausa?

Antes de mais nada, é bom ficar claro que, a menopausa acontece para 100% das mulheres, como também existe uma faixa etária para ocorrer na vida de cada mulher.

Geralmente, essa faixa etária vai dos 45 aos 55 anos de idade. Na verdade, há uma variação, mas a média é em torno dos 50, 51 anos.

Devido a essa uma variação, a mulher pode também entrar na menopausa aos 47 anos de idade.

Agora, é possível entrar aos 42 anos, mas nesse caso, a mulher estaria fora da média.

Tenha em mente que, algumas mulheres podem entrar na menopausa antes dos 40, mas quando isso acontece, é chamada de menopausa precoce, onde os riscos e as complicações podem ser piores.

Por que as mulheres entram na menopausa?

Antes de esclarecer sua dúvida sobre “como saber se estou na menopausa”, é importante saber as razões pelas quais a menopausa acontece.

Nós nascemos com uma contagem finita de células nos nossos ovários. Só que com o passar dos anos, nós vamos gastando todas essas células.

Tudo isso começa a acontecer a partir da primeira menstruação, que é chamada de menarca, em torno dos 10, 12 anos. E essa reserva acaba por volta dos 50 anos, época de nossa última menstruação.

Mas algumas mulheres nascem com essa reserva menor e a menopausa vem mais tardiamente. Enquanto outras nascem com uma reserva diferente, logo, a menopausa pode vir mais precocemente.

A época que a menopausa acontece na vida da mulher vai depender desta reserva de células.

Vale lembrar que existem outros fatores que podem interferir:

  • Tabagismo: Quem fuma, “detona” mais suas células produtivas;
  • Doenças auto-imunes: Essas doenças podem agredir o ovário, mas são situações mais raras.

O que precisa ficar claro é que 100% das mulheres entram na menopausa, isso é universal.

É preciso ficar bem atenta à faixa etária, se está perto ou não, observando todas as manifestações, principalmente àquelas que não comuns.

Agora, caso a mulher tenha menos de 40 anos e está com dúvida, insere-se naquela estatística pequena de 1%, isto é, menopausa precoce.

Outro ponto a ser levado em consideração é que existem algumas mulheres com 45, 50 anos, que ainda usam anticoncepcional.

Isso faz com que elas tenham uma estabilidade hormonal, não do hormônio do seu próprio corpo, mas dos hormônios sintéticos contidos nas pílulas anticoncepcionais.

Dessa forma, elas passam por esse período do climatério com menos sintomas.

Considerando aquela mulher que não toma anticoncepcional, já a partir dos 40, 45 anos de idade, ela pode começar a ter uma série de sintomas.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Posso saber se estou na idade da menopausa pelos sintomas?

Vale lembrar, mais uma vez, que os hormônios produzidos pelos nossos ovários têm um efeito em várias partes do nosso corpo: coração, vasos sanguíneos, ossos, cabelo, sistema urinário, sistema genital, cérebro, etc.

Isso explica todos os sintomas ligados à menopausa. Há também uma diminuição da produção da testosterona, responsável pelos problemas de libido.

Como já foi visto, em torno dos 40, 45 anos, algumas manifestações já podem se apresentar. Veja algumas delas:

  • Irregularidade menstrual
  • Ondas de calor, chamado de calorão
  • Alteração de humor, irritabilidade
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Falta de energia
  • Cansaço
  • Diminuição da libido, isto é, redução do desejo sexual
  • Ressecamento vaginal
  • Infecções urinárias

Para você ter uma ideia são 76 sintomas que podem vir com a menopausa. É claro que uma mulher não vai ter todos eles, mas vale muito a pena saber quais são.

A partir do momento que se tem conhecimento sobre todos os sintomas, já pode ter uma noção se a mulher está ou ainda vai entrar na menopausa.

Caso queira saber mais detalhes sobre todos esses sintomas, vale a pena conferir o artigo sobre os 76 sintomas da menopausa. Assim, fica bem mais fácil de entender o que pode estar acontecendo com você.

De repente, não sentia nenhum sintoma e começou a ter uma série de sintomas.

Sabia que até o cabelo muda? Fica mais ralo, mais fino e pode cair mais.

O que é importante ter em mente é que o declínio hormonal pode aumentar o risco para várias doenças, como osteoporose, doenças cardíacas, etc, trazendo consequências sérias para a sua saúde.

Por isso, é fundamental aprender a identificar os sintomas e a resposta para a sua pergunta “como saber se estou na menopausa” será facilmente respondida.

Existem exames para descobrir a menopausa?

Classicamente, o exame solicitado pelo médico ginecologista que determina se a mulher está ou não na menopausa é a dosagem de um hormônio chamado hormônio folículo estimulante – FSH.

Com a aproximação da menopausa, os óvulos tornam-se mais resistentes ao hormônio FSH e os ovários produzem muito menos estrogênios.

Esse hormônio tem que ser baixo quando seu ovário está funcionando.

Agora, quando a reserva ovariana já está se esgotando, esse hormônio começa a aumentar.

Saiba que cada laboratório tem um número diferente para a dosagem hormonal, mas a maioria estabelece que quando o FSH está maior que 30, é um fator preocupante.

Quando você for fazer, vai perceber que existe um valor de referência, o qual indica a faixa normal do FSH.

Se por um acaso o valor for alto, isso significa que seu ovário está sendo estimulado para produzir mais hormônios.

Procure conversar com seu médico, informe a ele quando foi sua última menstruação e relate tudo o que está sentindo.

Lembrando que esses hormônios têm várias funções em vários órgãos do seu corpo, desde a parte física até a parte mental e psicológica, ou seja, para a saúde como um todo.

É por causa disso que você começa a ter toda uma sintomatologia, só que não faz ideia que é a menopausa que está ocasionando tudo aquilo.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Conclusão

Será que você conseguiu ter uma resposta para o seu questionamento como saber se estou na menopausa?

Vale dar uma relembrada nos principais pontos:

A idade é fundamental: Será que você está entre os 45, 50 anos?

Lembrando que pode ser antes dos 40, 42 anos, mas a maioria das mulheres entram na menopausa dos 45 aos 55 anos de idade.

Outro aspecto para ser observado é que se você passa a sentir uma série de sintomas que não sentia.

Provavelmente, seu médico vai solicitar o exame de dosagem hormonal para se certificar se você está ou não na menopausa.

Existem casos que ele pode até pedir um ultrassom, para avaliar se a camada interna do útero está mais fina, como também a dosagem de outros hormônios.

Mas saiba que a dosagem do FSH é suficiente.

O importante é que toda mulher deve ter consciência que se já não passou, ainda vai passar pela menopausa.

E quanto mais informações tiver, poderá ajudar a minimizar vários sintomas, e assim, prevenir uma série de doenças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *