SERÁ QUE TODA MULHER TEM QUE TRATAR A MENOPAUSA?

Toda-Mulher-Tem-Que-Tratar-A-Menopausa-1024x557
Toda mulher tem que tratar a menopausa?

Um tema fundamental para todas as mulheres é entender se é necessário tratar a menopausa, ou não. Logo, é preciso entender todos os conceitos, vantagens e desvantagens para poder tomar uma decisão consciente. Afinal, quem decide o que fazer com o seu corpo é você!

Conceitos básicos

Primeiramente, vamos retomar alguns conceitos básicos sobre menopausa e climatério. Talvez você já saiba muito sobre isso. Entretanto, muitas mulheres ainda estão repletas de dúvidas e precisam dessa revisão para entender o restante do conteúdo.

O que é menopausa?

A menopausa é apenas um marco, ou seja, uma data. Assim como a menarca é a data da primeira menstruação da menina adolescente, a menopausa é a data da última menstruação da mulher madura.

Portanto, esse conceito é válido apenas quando a mulher deixou de menstruar durante 12 meses consecutivos. E esse evento ocorre, geralmente, próximo dos 50 anos.

O que é climatério?

O climatério corresponde a todo o conjunto de sintomas que precedem e sucedem a data da última menstruação. Sendo assim, o climatério dura, em média, de 10 a 15 anos e é composto pela:

Logo, a menopausa faz parte do climatério.

Por que a menopausa acontece?

Todas as mulheres, sem exceção, nascem com uma “conta hormonal” finita. Ou seja, nós temos um número determinado de células dentro dos ovários que podem ser ativadas. Quando ocorre a primeira menstruação, a menarca, todos os meses nossos ovários são ativados para formar um óvulo. Logo, caso não haja fecundação, ocorre a menstruação.

Portanto, ao longo da vida essas células capazes de “virar” óvulos vão se esgotando. Por isso, chega um momento em que a mulher madura perde sua função reprodutiva e não é mais capaz de engravidar. Ou seja, chega a menopausa.

O que a menopausa indica e como afeta a vida da mulher?

Esse marco indica que os ovários não funcionam mais e a mulher não tem mais capacidade de gerar vida. Porém, o estrogênio, que é o hormônio capaz de controlar a ovulação e também o desenvolvimento de características femininas, não afeta apenas a reprodução. 

É exatamente aí que está o problema!

Esse hormônio feminino é essencial para o controle de mais de 400 funções! Portanto, todo o corpo da mulher sofre drásticas alterações.

Alguns exemplos de característica e processos que são prejudicados pela falta de estrogênio são:

  • Tom da voz;
  • Textura dos cabelos e das unhas;
  • Formato do corpo;
  • Feminilidade;
  • Memória;
  • Produção de colágeno;
  • Libido;
  • Ânimo e disposição;
  • Massa magra;
  • Massa óssea;
  • Lubrificação vaginal;
  • Sono;
  • E muito mais.

Antigamente, tais alterações não ocorriam pois a expectativa de vida das mulheres era muito mais baixa do que hoje em dia.

Na época de Cristo, uma mulher vivia cerca de 23 anos. Já por volta dos anos 1900, uma mulher vivia cerca de 37 anos. Ou seja, essas mulheres morriam antes da menopausa e até mesmo antes do início do climatério.

Atualmente, porém, a expectativa de vida das mulheres é, em média, 78 anos. Ou seja, ainda há muito para se viver depois da menopausa!

É por isso que é tão importante entender, tratar e administrar os sintomas! Sua qualidade de vida depende disso!

Entender, administrar e tratar a menopausa

De que adianta vivermos mais, se não pudermos viver melhor, felizes e aproveitando todos esses anos que temos o privilégio de viver?

Portanto, tratar a menopausa é necessário! Mas será que você conhece todos os pilares que compõem esse tratamento?

Continue lendo e logo você encontrará essa resposta.

É importante saber que quase todas as mulheres, senão todas, sofrem nesta fase da vida. O que difere é que algumas têm muitos sintomas, outras têm poucos e outras têm um nível médio. Além disso, dentre as mulheres sintomáticas, algumas têm com maior frequência, outras com mais persistência e outras ainda têm sintomas progressivos.

O que isso quer dizer?

Isso quer dizer que cada mulher é única e passa pela menopausa de formas diferentes. Mas, é importante que você entenda que a sua vida não precisa ser ruim depois da menopausa. Piorar em todos os aspectos não é apenas algo “normal” da idade. Todo o conhecimento médico e científico existem justamente para tornar nossas vidas mais longas e melhores.

Vantagens da menopausa

É isso mesmo! Existem vantagens na menopausa! Logo, os principais benefícios de chegar a menopausa são:

  • Você não tem mais o que eu chamo de “gangorra hormonal”. Ou seja, o ciclo menstrual, que ocorre através de alterações hormonais capazes de nos tornar férteis, deixa de existir;
  • Não há mais cólicas;
  • Não há sangramento;
  • Não há mais a famosa e terrível TPM;
  • Não corremos risco de desenvolver endometriose;
  • Além disso, como não somos mais férteis, podemos ter uma vida sexual ativa com o nosso parceiro sem a preocupação de engravidar. Portanto, não precisamos mais de anticoncepcionais, pílulas do dia seguinte e até mesmo camisinha, se o seu parceiro for fixo, saudável e de confiança.

Você já tinha parado para pensar nessas vantagens?

Desvantagens da menopausa

Se você chegou até aqui e leu tudo atentamente, já sabe quais são as inúmeras desvantagens da menopausa. Vamos novamente listar alguns dos problemas que são causados pela baixa hormonal do estrogênio, principalmente. Sendo assim, os principais prejuízos trazidos pela menopausa são:

  • Falta de energia e disposição;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Redução do metabolismo;
  • Alteração na distribuição de gordura corporal. Com isso, a mulher passa do perfil de corpo no formato “pera” para o formato “maçã”;
  • Infecções vaginais;
  • Piora da memória;
  • Perda do apetite sexual;
  • Secura vaginal;
  • Irritabilidade;
  • Insônia;
  • E, como já vimos acima, muito mais.

Sendo assim, se não tratar a menopausa, o envelhecimento ocorre muito mais rapidamente e de forma acentuada.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

10 Principais sintomas da menopausa

Sintomas mais frequentes da menopausa.

Como já abordei em outro artigo mais completo, a menopausa apresenta cerca de 76 sintomas. Abaixo, vou listar apenas as reclamações mais comuns:

  1. Calorão, que afeta cerca de 80% das mulheres. Para 90% das afetadas, esse sintoma desaparece dentro de 2 a 5 anos. Porém, 10% das mulheres convivem com esse desconforto a vida toda;
  2. Insônia;
  3. Irritabilidade, mau humor;
  4. Depressão;
  5. Secura, atrofia vaginal, redução de libido e dor na relação sexual;
  6. Perda de urina;
  7. Aumento de peso corporal;
  8. Aumento de gordura abdominal;
  9. Osteoporose;
  10. Piora na qualidade da pele, unhas e cabelos.

Porém, muitas mulheres não sabem e não percebem que esses sintomas são comuns no climatério. Outras, simplesmente não aceitam que estão passando por essa fase e ignoram os indícios. Muitas ainda se acomodam e se conformam com a desculpa de que tudo isso é apenas algo natural da idade. Que é inevitável. Mas isso não é verdade!

O que acontece se NÃO tratar a menopausa?

Se não tratar a menopausa, a mulher entra no que eu chamo de “ciclo da ruína da menopausa”. Com isso, gradativamente, os sintomas vão surgindo e se somando. Logo, os problemas viram uma “bola de neve” que cresce cada vez mais.

Mas, como esse processo acontece pouco a pouco, muitas vezes a mulher não se dá conta de que as coisas estão mudando e de que ela está perdendo a sua identidade. Ou seja, a mulher deixa de ser quem ela sempre foi.

Além disso, os diferentes sintomas, frequentemente, fazem com que a mulher procure vários profissionais diferentes, tome diversos medicamentos prescritos por cada um deles e, mesmo assim, continue se sentindo mal.

Portanto, sem tratar a menopausa, em pouco tempo a mulher terá:

  • Um Cardiologista, por causa da pressão alta;
  • Um Urologista, por causa da infecção urinária;
  • Um Ginecologista, por causa da secura vaginal;
  • Um Psiquiatra, por causa da depressão;
  • Um Endócrino, por causa do ganho de peso;
  • E por aí vai…

Porém, nada vai funcionar se não for tratada a causa, ou seja, a menopausa.

O que acontece se tratar a menopausa?

Se tratar a menopausa, a mulher poderá ter uma vida quase normal, ou seja, vai sentir pequenas mudanças, mas não vai sofrer com os sintomas. Além disso, é possível sair do “ciclo da ruína da menopausa”, retomar a vida, aproveitar os benefícios dessa fase, enfim, sair do “fundo do poço”.

Portanto, as respostas para essas perguntas tão comuns são:

Toda mulher tem que tratar a menopausa?

SIM! É preciso tratar a menopausa e o desequilíbrio hormonal!

Toda mulher tem que utilizar hormônios?

NÃO! A terapia hormonal, quando feita, corresponde apenas a uma parcela do tratamento.

Pilares que compõem o tratamento da menopausa

Saiba que 60 a 70% das medidas necessárias para tratar a menopausa dependem apenas de você!

Isso mesmo! Existem 5 pilares essenciais para o gerenciamento de todos os sintomas. Destes 5, 4 medidas dependem do seu comprometimento com o seu próprio bem estar.

Sendo assim, os 5 pilares que compõem o tratamento da menopausa são:

  1. Alimentação saudável (só depende de você);
  2. Exercício físico regular (só depende de você);
  3. Gerenciamento do estresse (só depende de você);
  4. Sono adequado (só depende de você);
  5. Suplementação, fitoterapia e/ou modulação do equilíbrio hormonal (depende de um médico qualificado).

Portanto, antes de mais nada, faça a sua parte! Só assim você terá o melhor resultado possível.

Se você quiser e puder realizar a terapia hormonal, ótimo! Mas saiba que ela sozinha, não faz milagres! Você ainda precisa fazer todas as outras coisas: se alimentar bem, treinar, dormir e administrar situações estressantes.

Se você, por algum motivo, não puder fazer a terapia hormonal, não se preocupe! Lembre-se que você pode melhorar até 70% se seguir os primeiros 4 pilares listados acima.

Com tudo isso, vemos que a menopausa pode sim dar início à melhor fase da sua vida! Só depende de você!

Você pode mudar a sua vida hoje mesmo praticando hábitos saudáveis. Também pode mudar a vida de muitas outras mulheres que estão sofrendo, simplesmente compartilhando este artigo e espalhando informações e conhecimentos corretos!

Felizmente, temos a oportunidade de viver cada vez mais! Porém, precisamos manter a qualidade e a alegria de viver!

Escolha fazer o melhor por você todos os dias! Você merece!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *