QUANDO VOCÊ DEVE USAR TESTOSTERONA NA MENOPAUSA

Tem dúvidas de quando você deve usar testosterona na menopausa?

Este artigo tem tudo o que você precisa saber sobre a reposição deste hormônio. Ao final da leitura você entenderá:

  • O que é a testosterona, onde ela é produzida e onde ela age;
  • Quais são as ações da testosterona no seu corpo;
  • Quais os sintomas da deficiência de testosterona na menopausa;
  • Como é feita a reposição de testosterona na menopausa;
  • Quais os efeitos colaterais do uso da testosterona;
  • Quando usar testosterona na menopausa;
  • Meu ponto de vista sobre o assunto.
QUANDO VOCÊ DEVE USAR TESTOSTERONA NA MENOPAUSA?

O que é testosterona? Onde ela é produzida e onde age?

A testosterona é o principal hormônio do sexo masculino. Entretanto, a mulher também o produz, porém em menor quantidade. Sua produção ocorre em 3 regiões e a sua ação tem efeito em diversos órgãos.

O que é testosterona?

A testosterona consiste em um hormônio androgênico, derivado do colesterol, com várias ações para a saúde como um todo.

Onde ocorre a produção de testosterona?

As vias de produção deste hormônio são:

  • A partir da androstenediona, através da qual acontece 50% nos ovários; 25% na adrenal e 25% por conversão periférica;
  • A partir do DHEA, através do qual ocorre 20% nos ovários, 50% na adrenal e 25% por conversão periférica.

Onde age a testosterona?

Este hormônio atua nas seguintes estruturas, órgãos e processos:

  • Ossos;
  • Músculos;
  • Cérebro,
  • Mamas;
  • Vagina;
  • Metabolismo das gorduras, insulina e glicose.

Portanto, tal hormônio é imprescindível para manter a integridade do nosso corpo e uma série de funções.

Quais as ações da testosterona na mulher? 

Como a testosterona é o principal hormônio do homem, muitas vezes se dá pouca atenção para seu papel e benefícios na saúde feminina. Logo, suas ações em nosso corpo são:

  • Ação construtora, ou seja, anabólica: síntese de proteínas, construção e reparação dos músculos, gerando mais força;
  • Gera aumento da massa magra, isto é, massa muscular: o que aumenta a taxa metabólica basal, tornando o metabolismo mais acelerado;
  • Impulsiona o metabolismo e, por isso, auxilia na queima de gordura;
  • Estimula o desejo sexual, a excitação e o orgasmo;
  • Atua no metabolismo dos ossos: assim, previne a osteopenia, a osteoporose e as fraturas;
  • Age na musculatura cardíaca: logo, melhora a função do músculo do coração;
  • Atua na parede arterial: com isso, reduz as placas de ateroma e promove o relaxamento arterial;
  • Age no metabolismo glicose e da insulina;
  • Atua no cérebro: portanto auxilia a memória, atenção e foco;
  • Interfere no humor.

Sintomas da falta de testosterona na menopausa

Com a menopausa se dá o declínio da testosterona e, assim, ocorre um desequilíbrio da relação entre este hormônio e o estrógeno. Portanto, aparecem vários sintomas como:

  • Menos massa muscular e, consequentemente, menor taxa metabólica basal, isto é, metabolismo mais lento;
  • O metabolismo mais lento queima menos calorias. Por isso, há maior acúmulo de gordura e a mulher engorda mais;
  • Piora na atenção, foco, concentração e memória
  • Redução do desejo sexual, excitação e orgasmo;
  • Redução da massa óssea e, por isso, mais osteopenia, osteoporose e fraturas;
  • Aumento colesterol e da insulina e maior resistência das artérias.

Por tudo isso, vemos que a falta de testosterona traz grande impacto na qualidade de vida da mulher.

Como é feita a reposição de testosterona na menopausa?

Primeiramente, para repor hormônio é necessária orientação médica. Porém, entenda que alguns médicos apresentam a visão de que isso não é necessário, já que isso não faz parte da formação deles.

Por isso, antes de iniciar a reposição, você deve se atentar aos seguintes fatores:

  • Precisa da avaliação do médico. Sendo assim, ele deve entender as suas necessidades individuais. Logo, a escolha da reposição ocorre se há falta de hormônio e se há sintomas;
  • Dosar é essencial. Portanto, o médico irá correlacionar as suas queixas, ou seja, sintomas, com os resultados dos exames de sangue;
  • Saiba que há moléculas idênticas a nossa que são chamadas de bioidênticas;
  • Para tanto, no Brasil temos gel e creme transdérmico/implantes subdérmicos;
  • Transdérmicos são aplicados diariamente na parte mais fina da pele. Logo, se ocorrer algum efeito colateral basta que a dose seja ajustada;
  • Implantes são de silicone e são colocados embaixo da pele. Assim, os absorvíveis duram 6 meses e os não absorvíveis duram 1 ano. Neste caso, a vantagem é não ter que passando todo dias.
  • O hormônio injetável acarreta em doses altas, similares as doses encontradas em homens;
  • Quanto repor deve ser decidido pelo médico após avaliar você de forma minuciosa.

Efeitos colaterais do uso da testosterona

Quando usado em doses elevadas este hormônio pode causar:

  • Crescimento de pelos;
  • Voz grossa;
  • Aumento do clítoris;
  • Acne;
  • Oleosidade na pele;
  • Queda de cabelos;
  • Agressividade;
  • Irritabilidade;
  • Aumento do apetite;
  • Alterações na coagulação sangue;
  • Diminui do HDL e aumento do fibrinogênio.

Por isso, você não deve usar sem orientação e acompanhamento médico, já que efeitos colaterais, como voz grossa e aumento de clitóris, são irreversíveis.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Quando usar testosterona na menopausa?

Esse é um tema ainda muito controverso, mas alguns indicadores para a reposição deste hormônio são os sintomas de sua deficiência. Portanto, você deve buscar auxílio para usar testosterona quando estiver sentindo:

  • Mais flácida e perdendo músculos;
  • Engordando, mesmo comendo saudável e treinando com frequência. O que indica metabolismo mais lento, menor queima de calorias e, assim, maior acúmulo de gordura;
  • Piora no desejo sexual, excitação e orgasmo;
  • Perda de memória, foco e atenção;
  • Menor energia e maior cansaço;
  • Resultados ruins na densitometria óssea.

Meu ponto de vista sobre o assunto: será que toda mulher precisa usar testosterona?

QUANDO VOCÊ DEVE USAR TESTOSTERONA NA MENOPAUSA.
QUANDO VOCÊ DEVE USAR TESTOSTERONA NA MENOPAUSA.

É muito claro que a testosterona é extremamente importante para a saúde feminina. Porém, como eu sempre digo, nem tudo é para todas.

Sendo assim, é você quem deve saber o que te faz falta no seu corpo, decidir o que que quer para a sua vida e, assim, buscar um profissional para te ajudar.

Como médica, eu avalio clinicamente, vejo se há necessidade, doso através de exames e, respeitando as doses fisiológicas, isto é, dentro do normal, prescrevo apenas o necessário. Além disso, sempre ajusto a dose e acompanho com frequência.

Como mulher, eu uso a reposição de testosterona em doses saudáveis. Assim, os sintomas já apresentam grandes melhoras na qualidade de vida.

Infelizmente, a testosterona ainda é encarada pela maioria dos médicos como um hormônio exclusivamente masculino. Mas, apesar de ser o principal hormônio do homem, nós mulheres temos, naturalmente, entre 5 a 10 % dos níveis de testosterona presentes no sexo masculino. Ou seja, se o homem tem um valor de 400ng/dl, o valor correspondente para uma mulher é de 20ng/dl.

Portanto, apesar de não ser o nosso principal hormônio, ele é necessário para que muitas funções aconteçam!

Resumindo, segundo a Organização Mundial de Saúde, toda disfunção precisa ser tratada. Logo, a testosterona deve ser usada se houverem sintomas, ou seja, se você estiver precisando. Além disso, o uso pode continuar até o momento que você precisar.

Agora me conte…

Qual a sua opinião sobre este assunto?

Você já usou ou usa, ou conhece alguém que também utiliza testosterona?

Tem mais alguma dúvida sobre este tema?

Sente algum efeito colateral está pensando em repor?

Eu busco saúde, equilíbrio e felicidade! Por isso, desejo o mesmo para você!

Com conhecimento, empenho e orientação correta, a menopausa pode se tornar a melhor fase da sua vida!

6 Comentários


  1. Boa noite. Adora seus vídeos Que São de grandes informações pata gente . Informação essas que nem todos sabem abordar. Vc 3 km show de competência. Gostaria de saber sebpisso tomar algum hormônio , pois fui operada do coração é tenho medo. Aguardo . Abraços.

    Responder

  2. Bom dia Mentora.. Usava estradiol a 5anos, ANGELIC.. Parei 5 meses, fiquei muito mal.. Começei a assisti seus vídeos. E agora já tem 3 meses que estou usando biodenticos em gel. Testetorona, estradiol +estriol, testosterona 3 mg
    Meu exame de testosterona de abaixo de 1..
    Porem meu cabelo está caindo muito.. Estou preocupada.. Mais estou sentindo viva de novo. Meus sonhos, objetivos voltaram.. Estou muito bem.. Mais me fala da queda de cabelos.. A Dra passou biosil.. Ajuda aí.. Confio muito no seu trabalho🥰❤️

    Responder

  3. Eu estou usando estradiol , testosterona e progesterona , tudo na pele . Antes usava Natifa Pro , passei mas de ano sem menstruar, agora a menstruação veio , é normal ? Posso continuar com os remédios ?

    Responder

    1. Rita… vale vc falar com o médico que fez a sua prescrição para ajustar as doses.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *