PRINCIPAIS TRATAMENTOS PARA MENOPAUSA: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER

tratamentos para menopausa - vanderlea coelho
Tratamentos para menopausa

A menopausa é uma nova fase na sua vida que alcança 100% das mulheres. Com ela vem alguns sintomas e existem diversos tratamentos para menopausa com o objetivo de manter a qualidade de vida e saúde em dia.

A menopausa é caracterizada por uma vasta sintomatologia. Embora as mulheres possam sentir diferentes graus de intensidade desses sintomas, ela compromete  e afeta todas as mulheres nesta etapa da vida.

Existem vários tratamentos para menopausa que são aplicados atualmente. É lógico que cada caso possui o seu tratamento mais indicado e efetivo. Por isso uma avaliação médica é indispensável para garantir a você o melhor tratamento.

Hoje você irá aprender tudo sobre tratamentos para menopausa com a sua mentora da saúde. Então venha comigo para mais um conteúdo épico e super esclarecedor. Continue lendo.

 

Por que a menopausa acontece?

A menopausa acomete 100% das mulheres, ou seja, todas as mulheres um dia vão passar por ela. Mas o que afinal desencadeia a menopausa? A menopausa é o declínio hormonal feminino que culmina com a cessação do período reprodutivo.

A mulher possui um estoque de células reprodutivas. Este estoque já é definido ainda no nascimento. A cada mês de sua vida a mulher passa por uma preparação para a gestação e com isso é usado uma grande parte dessas células reprodutivas todos os meses para que a ovulação aconteça.

Em termos mais simples podemos dizer que cada mulher nasce com o seu número limitado de células reprodutivas o suficiente para menstruar em média até os 50 anos de idade.

Uma vez terminado este estoque ocorre o declínio hormonal  que estava relacionado com maior evidência a parte reprodutiva e agora não possui mais sua função.

E qual o impacto disso na sua vida? O impacto é realmente muito grande. Seu corpo estava familiarizado com a produção hormonal  há mais de 40 anos e agora não conta mais com isso.

O objetivo do tratamento é estabelecer os níveis hormonais de forma a minimizar os efeitos negativos da deficiência hormonal na vida das mulheres.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Quais são os principais tratamentos para menopausa

Existem vários tratamentos para a menopausa para atenuar os sintomas e prevenir doenças crônicas e degenerativa.

O tratamento é  indicado para uma situação determinada e assim é essencial consultar o seu médico para ele decida qual o melhor na sua situação.

O médico precisa avaliar caso a caso individualmente. Existem condições  que contra indicam os tratamentos tradicionais, tornando-os inviáveis. Nestes casos é possível ainda contar com tratamentos naturais ou até mesmo o uso de medicamentos para aliviar os sintomas como no caso dos antidepressivos.

Agora você vai conhecer os métodos de reposições hormonais mais comuns e utilizados pela maioria das mulheres com estas necessidades. Vai também uma breve descrição sobre cada um então fique atenta e confira.

-Tratamento com hormônios pela via oral

Neste tipo de tratamento são consumidas pílulas produzidas pela indústria que possuem hormônios. Estes precisam ser absorvidos pelo intestino e posteriormente são metabolizados no fígado

No entanto este tipo de terapia pela via oral ser prejudicial em alguns casos pois pode aumentar a formação de substância chamada trombogênicas que aumentam o risco para doença tromboembólica.

É por isso que este tipo de tratamento quando indicado deve ser bem avaliado pelo seu médico e com isso podem oferecer uma boa quantidade de hormônios resultando em redução significativa da sintomatologia da menopausa.

-Reposição hormonal em gel 

A reposição hormonal em gel é considerada o método prático e efetivo. Para este tipo de tratamento é utilizado um gel com hormônios onde as moléculas são idênticas as que o seu ovário produzia.

O gel é passado em regiões da pele, sendo absorvidos diretamente pelo seu sangue, evitando a primeira passagem no seu fígado com redução do risco de trombose.

Assim em casa mesmo você consegue aplicar a dose orientada pelo seu médico e pode fazer isso com poucos segundos. É um tipo de reposição bem eficaz e amplamente utilizado. Geralmente possui menos contra indicações que as formas injetáveis e via oral.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

-Reposição hormonal  por adesivo

A reposição hormonal por adesivo é basicamente como a reposição com o gel. Usa-se os adesivos em algum ponto determinado do corpo para que este adesivo haja oferecendo níveis de hormônios hormônios onde as moléculas são idênticas as que o seu ovário produzia também, endo muito prático pois se troca o adesivo duas vezes na semana.

-Reposição hormonal com cremes vaginais

Este tipo de reposição é indicado quando o se médico precisa melhoras as condições da região genital, da bexiga, da uretra e do assoalho pélvico. A recomendação dos dias a usar e da manutenção vai depender das suas queixas e da avaliação ginecológica do seu médico.

-Os fitoestrógenos : isoflavonas e chá ou cápsulas de amoras

Os fitoestrógenos são considerados estrógenos fracos e por isso muitas mulheres apresentam melhora de sua sintomatologia, sendo uma opção para mulheres que optam por substâncias ditas com tratamentos naturais, sendo que, tem que ficar claro que as contraindicações são as mesmas.

Cuidados extras durante a menopausa

Além dos cuidados com as reposições propriamente ditas é possível ainda realizar cuidados extras quando você está na menopausa. Estes cuidados contribuem ainda mais para uma vida mais saudável e principalmente repleta de energia.

A alimentação equilibrada é um destes cuidados. Garantir uma alimentação saudável é bom para o nosso organismo de diferentes maneiras. Para a menopausa o mesmo também é verdade.

Redução de carboidratos, evitando o consumo do açúcar são indispensáveis. Além disso, é preciso dar ênfase as frutas com pouco açúcar, legumes e verduras para garantir variação nutricional de vitaminas e minerais.

Além disso, entram em cena os exercícios físicos. O sedentarismo é responsável por incontáveis doenças e principalmente no período de maior vulnerabilidade que a menopausa traz consigo.

Nesta época da vida praticar exercícios físicos é ainda mais importante e benéfico para sua saúde.

Agora que você sabe os principais tratamentos para menopausa é hora de curtir e compartilhar este conhecimento com suas amigas. Inscreva-se também no meu canal no Youtube para estar atenta às novidades.

4.88/5 (16)

Avalie isso

Comenta AQUI