CÂNCER DE MAMA OU O CICLO DA RUÍNA DA MENOPAUSA. UMA ESCOLHA?

Nesse artigo você vai entender tudo sobre a relação entre câncer de mama e o ciclo da ruína da menopausa. Será que tudo isso pode ser evitado?

Para compreender a complexidade deste tema, vou te ensinar os seguintes tópicos:

  • O que causa o câncer de mama?
  • Quais os 19 fatores de risco para o câncer de mama?
  • O que é o ciclo da ruína da menopausa?
  • Como emergir do ciclo da ruína?

Me acompanhe e aprenda a virar o jogo, tornando a menopausa a melhor fase da sua vida!

O que causa câncer de mama?

Em primeiro lugar, é importante dizer que o câncer de mama está entre os 3 tipos de câncer mais frequentes entre as mulheres, juntamente com o câncer de pele e de intestino. Além disso, segundo dados de 2018 do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o Brasil somará quase 60 mil novos casos dessa doença agora em 2019.

Sendo assim, de maneira simplificada, o câncer é formado por células que se tornam imortais, não cumprem a sua função e acabam por destruir um determinado órgão. Porém, tais células muita vezes conseguem se disseminar através do sistema linfático e do sangue e, assim, contaminam órgãos vitais, como o pulmão, o cérebro, o fígado e os ossos. A tal processo chamamos de metástase, ou seja, quando as células cancerígenas se espalham pelo organismo.

19 Fatores de risco para o câncer de mama

Saiba que existem determinadas condições que fazem com que você fique mais exposta a maiores chances de desenvolver o câncer de mama. Portanto, aquelas mulheres que não se enquadram nos fatores de risco abaixo, possuem menor probabilidade de sofrer com essa doença. 

Sendo assim, os 19 fatores de risco cruciais para o aparecimento de câncer de mama são:

  1. Obesidade/sobrepeso;
  2. Sedentarismo;
  3. Álcool;
  4. Cigarro;
  5. Exposição a radiação frequente;
  6. Não ter tido filhos;
  7. Gravidez tardia;
  8. Menopausa tardia;
  9. Menarca precoce;
  10. Uso de TRH (terapia de reposição hormonal);
  11. Câncer de mama na família;
  12. Alteração genética;
  13. Uso de anticoncepcional;
  14. Má escolha alimentar, o excesso carboidratos nutri as células cancerígenas;
  15. Estresse crônico;
  16. Sono não reparador;
  17. Infelicidade, insatisfação com a vida;
  18. Avanço da idade, envelhecimento;
  19. Meio ambiente: agrotóxicos, poluição, contaminação por metais pesados.

Logo, vemos que são inúmeros fatores de risco que nos acompanham diariamente.

O que é o ciclo da ruína da menopausa?

A menopausa é um processo que ocorre para todas as mulheres e é ocasionada pelo declínio hormonal. Entretanto, a falta de hormônios não afeta apenas a nossa capacidade de reprodução, mas também o funcionamento de todo o organismo.

Por isso, as mulheres sintomáticas apresentam inúmeras queixas como: calores, secura vaginal, gordura abdominal, aumento de peso, insônia, falta de libido, falta de energia.

Logo, cada sintoma interfere na sua vida de uma maneira, podendo alterar suas relações pessoais, familiares, profissionais, sociais e sexuais. Tudo isso leva à perda de identidade, uma vez que a sua vida deixa de ser a mesma. Por isso, chamo esse processo de ciclo da ruína. Além disso, se não for tratado, pode evoluir para a menopausa perpétua, ou seja, a mulher se acostuma a viver sem qualidade até o final da vida.

Como emergir do ciclo da ruína da menopausa?

O ciclo da ruína é progressivo, isto é, funciona como uma bola de neve. Logo, a mulher acaba sendo polimedicada, uma vez que precisa peregrinar por vários especialistas na tentativa de tratar sintomas da menopausa.

Portanto, o primeiro passo para começar a emergir do ciclo da ruína só depende de você. Sendo assim, você precisa ajustar seu estilo de vida, ou seja, se alimentar da forma correta, praticar exercícios físicos regularmente e gerenciar o estresse do dia a dia.

Se essas medidas forem suficientes para melhorar os sintomas, ótimo!

Mas, se depois de fazer tudo isso, você ainda apresentar queixas, é preciso buscar um bom médico para te auxiliar, caso não haja contraindicações, com uma terapia de reposição hormonal ou modulação hormonal.

Ainda, se você não concordar com esse tipo de abordagem, é possível fazer tentativas com métodos como a fitoterapia e a acupuntura.

Você só não pode se conformar, aceitar sofrer e não tomar nenhuma atitude para melhorar os sintomas!

Lute pela sua qualidade de vida!

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Câncer de mama ou ciclo da ruína da menopausa. Será uma escolha?

Independentemente de qualquer coisa, a idade traz mais risco para todas as doenças, devido o envelhecimento celular.

Por isso, o câncer de mama está relacionado a diversas causas. Entretanto, de 90 a 95% dos casos desse câncer são acarretados pelo estilo de vida e apenas de 5% a 10%, são, de fato, de origem hereditária.

Já a menopausa ocorre para 100% das mulheres e as brasileiras, em sua maioria, são sintomáticas. Desta forma, dentre os sintomas mais conhecidos está o calorão, que ocorre para 80 a 90% das mulheres e passa em até 5 anos para 90% dos casos. Porém, mais calor gera mais risco para demência.

A atrofia vaginal ocorre em 50 a 80% dos casos e é progressiva, ou seja, só piora com o passar do tempo. Além desses, existem outros 74 sintomas, como aumento de peso, aumento da barriga, insônia, falta de libido e etc.

A menopausa também carrega consigo algumas doenças ocultas, como o aumento da hipertensão, risco para diabetes e hipercolesterolemia. Há também maior risco para osteopenia, osteoporose, infarto e AVC.

Fora tudo isso, algumas queixas são negligenciadas e passam de forma despercebida, como o olho seco e as dores articulares.

Tudo isso compõe o ciclo da ruína da menopausa, que pode ser quebrado, como já vimos, com a adoção de um estilo de vida saudável e o acompanhamento médico adequado para o seu caso.

O que fazer quando você está entre a cruz e a espada?

Buscar as informações corretas é a saída!

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, se há sintomas, é necessário realizar um tratamento para corrigir a disfunção. Porém, o uso de terapia de reposição hormonal ainda é muito polêmico e há opiniões divergentes entre os médicos.

Vamos aos fatos sobre esse tema?

Hormônio não dá câncer

Uma prova simples disto é que temos picos hormonais dos 10 aos 50 anos e, justamente nessa faixa etária, a ocorrência de câncer é menor.

Hormônios estimulam o todo

Os hormônios estimulam o corpo como um todo, tanto o que é bom, quanto o que é ruim. Logo, se você tem um estilo ruim ou uma propensão genética, que podem te levar a desenvolver um câncer, o estímulo hormonal só vai amplificar o que você já tem.

A realidade do câncer de mama 

90 a 95% dos casos de câncer de mama são causados pelo estilo de vida inadequado!

Menopausa sintomática

Apresenta sintomas, precisa ser tratada, gera sofrimento e fatores de risco para diversas doenças.

Estilo de vida saudável e ativo

Condição crucial para tratar a menopausa e reduzir o risco de câncer 

Tratamentos com hormônios

Há hormônios distintos, vias de administração diferentes e doses adequadas. Alguns tipos apresentam certos riscos, dependendo da dosagem e da sensibilidade da mulher.

Agora pare e analise todos os fatos!

Você pode mudar sua vida!

Escolha um estilo de vida que vai reduzir seu risco para qualquer doença e ainda te tirar do ciclo da ruína.

Avalie e converse com seu médico sobre os benefícios e os riscos de realizar a terapia de reposição hormonal para o seu caso especificamente.

Resumindo…mexa-se! Corra atrás da sua saúde!

CÂNCER DE MAMA E CICLO DA RUÍNA.

Conclusão

Espero que tenha ficado bem claro que o câncer acontece, em grande parte das vezes, devido o estilo de vida ruim, tanto mental quanto físico. Além disso, a menopausa sintomática também contribui para uma vida ruim e diversas doenças.

Portanto, cabe a você tomar as medidas necessárias para preservar a sua saúde e fugir do câncer de mama e do ciclo da ruína.

Ainda tem dúvidas? Quer saber mais?

Eu tenho muitos conteúdos no YouTube, Instagram, Facebook e aqui no blog para que você compreenda tudo o que se passa na menopausa.

Quanto mais conhecimento você tiver, mais condições vai ter de decidir o que é melhor para a sua vida!

Afinal, você deseja ser feliz, não é?

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *