6 ESTRATÉGIAS PARA CONTROLAR A ANSIEDADE NA MENOPAUSA

A ansiedade é um problema cada vez mais comum em nossa sociedade. Será que você é uma da milhares de pessoas que sofre com isso?

Ela atrapalha você no seu dia a dia?

Você precisa de remédios para controlar?

Se você respondeu sim para alguma dessas perguntas, saiba que este artigo é para você!

A seguir, vou te ensinar 6 seis estratégias infalíveis para controlar a ansiedade sem remédios na menopausa.

Além disso, você ainda vai aprender:

  • Ansiedade é diferente de “ Crise de ansiedade”?
  • O que causa a ansiedade?
  • Os sintomas da ansiedade se confundem com os da menopausa?
  • Como o ciclo da ruína da ansiedade na menopausa afeta a sua vida?
SEIS ESTRATÉGIAS PARA CONTROLAR A ANSIEDADE NA MENOPAUSA.

Ansiedade é diferente de “crise de ansiedade”?

Sim! São coisas diferentes pois a ansiedade é algo natural, já a crise de ansiedade é uma doença.

Como assim?

A ansiedade nada mais é do que uma reação natural do corpo. Isto é, um estado emocional que te impulsiona a viver a sua vida e planejá-la.

Porém, a crise de ansiedade passa a ser um estado patológico já que a pessoa muda de comportamento e passa a ter medo de tudo. Com isso, a mente acredita que há sempre uma ameaça para acontecer e surgem pensamentos negativos que prejudicam a rotina e vida social. Portanto, muitas vezes o indivíduo chega ter pânico de situações corriqueiras, o que representa o transtorno da ansiedade. Ou seja, sofre de ansiedade.

O que causa a ansiedade?

A ansiedade é causada por qualquer situação que gere medo e que você não soube e/ou não sabe lidar, como:

  • Traumas físicos: acidentes, violência em casa;
  • Traumas emocionais: perda de pessoas amadas, abuso sexual;
  • Situações estressantes: pressão no trabalho e na família; excesso de trabalho, acúmulo de estresse;
  • Família: eventos traumáticos na infância ou vida adulta, isto é, mortes, perdas, doenças graves;
  • Estado mental pessimista: acreditar que a vida é ruim e que tudo vai dar errado; 
  • Certas doenças: arritmias, hipertireoidismo, dores crônicas, enfisema
  • Uso de drogas e álcool;
  • Tipos de personalidade: os perfeccionistas e os controladores.

Com isso, vemos que vários fatores podem desencadear a ansiedade. Porém, é preciso se conhecer e saber como evitar perder o controle.

Os sintomas da ansiedade se confundem com os da menopausa?  

Alguns sintomas da ansiedade se confundem com sintomas da menopausa, já que a própria ansiedade é uma manifestação da dessa fase.

Sendo assim, alguns dos sintomas similares são:

  • Falta de ar, dor no peito, taquicardia (coração acelerado), sudorese e dificuldade para respirar; 
  • Dor de cabeça e de estômago;
  • Tonturas, insônia, mialgias, sensação de formigamento, constipação, diarreia, inchaço, gases em excesso;
  • Boca seca, náuseas;
  • Humor alterado, irritabilidade, tristeza, nervosismo, agressividade, impulsividade, concentração ruim.

Logo, tudo isso tende a piorar se não for tratado.

Como o ciclo da ruína da ansiedade na menopausa afeta a sua vida?

Todo esse processo patológico afeta a vida familiar, profissional, conjugal e pessoal. Por isso, o problema se torna um ciclo vicioso que piora cada vez mais. Veja como isso acontece:

  • NA  VIDA FAMILIAR: você tem medo, é negativa, pessimista, gera discussões desnecessárias; 
  • NO TRABALHO: gera isolamento, sempre cria desculpas para não interagir, dispersa, falta concentração, memória ruim, fica menos eficiente nos resultados, tem dificuldade de lidar com problemas e evita participar de reuniões;
  • NA SAÚDE: compulsão alimentar, insônia, cansaço, falta de energia, aumento de peso, memória ruim, menos concentração;
  • NO PESSOAL: tem medo das relações, medo de sofrer e de ser abandonada, sente-se insegura.

Como dar a volta por cima e mudar essa situação? 

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

6 Estratégias para controlar a ansiedade na menopausa

Existem várias estratégias para manter o controle sobre a ansiedade. estas vão desde o estilo de vida, terapias e até remédios.

Aqui vou abordar aquelas que você pode fazer sem médicos e sem psicólogos.

Vamos lá!

PASSO 1 – Gerenciamento do estresse

O estresse é uma ameaça, gera medo e, portanto ansiedade. Assim, para gerenciá-lo você deve:

  • Ter uma agenda programada, fazendo uma lista semanal das suas tarefas;
  • Executar uma tarefa por vez;
  • Evitar interrupções nas suas atividades mentais;
  • Fazer o que dá no tempo que você tem.

PASSO 2 – Pratique exercício todos os dias

A atividade física libera endorfinas, que são neurotransmissores. Por isso, exercitar-se ajuda a recarregar a bateria e continuar suas atividades diárias, além de contribuir para relaxar. Porém, faça sem exagero pois o excesso estressa o organismo.

PASSO 3 – Escolha alimentos certos

Para tanto, reduza alimentos que inflamam o corpo, como: industrializados, carboidratos refinados de elevado índice glicêmico. Além disso:

  • Evite proteínas da indústria, que interferem na função cerebral, como caseína e glúten;
  • Opte por alimentos para nutrir bactérias boas do intestino: prebióticos, fibras em geral, biomassa de banana verde; 
  • Use probióticos: kefir, combucha, que ajudam no trato intestinal e na disbiose. Lembre-se que o intestino é considerado nosso segundo cérebro!

PASSO 4 – Comece a meditar ou praticar Yoga

Ambas as práticas trazem a mente acelerada e preocupada excessivamente com o futuro para o presente. As técnicas de respiração ajudam a restabelecer o equilíbrio. Portanto, tenha disciplina e pratique até virar hábito.

PASSO 5 – Evite pessoas negativas e pessimistas 

mantenha no seu entorno pessoas otimistas e proativas. Não se isole, interaja e passe mais tempo com aqueles que você ama e que te amam.

PASSO 6 – Invista em conteúdos que reduzam o estresse

Nada melhor para relaxar do que bons livros, músicas tranquilas, bom papo com amigos, filmes interessantes com lugares maravilhosos e pessoas felizes.

Evite noticiários ruins e tristes.

SEIS ESTRATÉGIAS PARA CONTROLAR A ANSIEDADE NA MENOPAUSA
SEIS ESTRATÉGIAS PARA CONTROLAR A ANSIEDADE NA MENOPAUSA.

Conclusão

Como vimos, existem inúmeras causas para as crises de ansiedade. Elas vão desde acontecimentos da infância até a vida adulta que despertam o medo.

Por isso, é essencial descobrir quais são os gatilhos, ou seja, entender o que desencadeia para, assim, adotar as estratégias para controlar a ansiedade

Logo, comece hoje mesmo a usar algumas das estratégias acima que, apesar de simples, podem contribuir demais para o grande desconforto gerado pelo descontrole da ansiedade.

Aproveite e compartilhe esse conteúdo com mais mulheres que sofrem de ansiedade, antes e depois da menopausa.

Juntas e com o conhecimento certo, podemos combater esse mal que aflige cada vez mais pessoas, desde de crianças até idosos, em todo o mundo.

2 Comentários


  1. estou na menopausa perdi peso massa muscular fiquei ansiosa pois quero ter o peso que tinha já faço musculação o que fazer para meu peso volta ao normal pesava 59 tenho 52 anos 1 e 58 de altura não posso fazer reposição foi medicado buona mais não ne dou com soja, espero que possa me esclarecer já agradecendo

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *