COMO ALIVIAR OS SINTOMAS DA MENOPAUSA SE VOCÊ NÃO PODE USAR HORMÔNIOS

COMO ALIVIAR OS SINTOMAS DA MENOPAUSA SE VOCÊ NÃO PODE USAR HORMÔNIOS.
COMO ALIVIAR OS SINTOMAS DA MENOPAUSA SE VOCÊ NÃO PODE USAR HORMÔNIOS.

Neste artigo vou te explicar como aliviar os sintomas da menopausa se você não puder usar hormônios. Isso mesmo! Saiba que é possível melhorar muito! Mesmo sem a terapia de reposição hormonal.

Quando você não pode usar hormônios?

Primeiramente é importante saber que existem contraindicações absolutas para a reposição hormonal. Ou seja, são casos em que ela não pode ser feita de jeito nenhum!

Além disso, há outros casos que são relativos, isto é, o uso de hormônios pode ser feito mediante a avaliação criteriosa do médico e também a discussão com a paciente. Afinal, é você quem decide o que fazer. Portanto, nesse caso o intuito é utilizar caso os benefícios sejam superiores aos possíveis riscos.

Contraindicações absolutas para a Terapia de Reposição Hormonal – quando NÃO fazer de jeito nenhum

SAIBA SE VOCÊ PODE OU NÃO USAR HORMÔNIOS NA MENOPAUSA.

Os fatores abaixo são impeditivos definitivos para o uso de hormônios. Sendo assim, esse tipo de tratamento não pode ser feito de jeito nenhum!

  • Câncer de mama;
  • Câncer de endométrio;
  • Lesão precursora de câncer de mama;
  • Doença hepática ativa (ou seja, que esteja acontecendo);
  • Sangramento uterino  de causa não conhecida; 
  • Porfiria e lúpus;
  • Doença coronariana e cerebrovascular já estabelecidas.

NÃO são contraindicações para Terapia de Reposição Hormonal A TERAPIA HORMONAL – pode fazer sem preocupação

  • Hipertensão arterial, caso esteja controlada;
  • Diabetes mellitus, se estiver controlada;
  • Mãe e irmã com câncer de mama;
  • Hiperplasia atípica da mama;
  • Doenças estrogênio dependentes como miomas e endometriose;
  • Cânceres em geral;
  • Lesões benignas da mama;
  • Esteatose hepática (gordura no fígado);
  • Tabagismo.

Portanto, em todos os casos acima você pode utilizar hormônios, desde que seja acompanhada por um médico de confiança.

Sendo assim, precisamos colocar na cabeça que existem muitas inverdades sobre esse tema. Muitas informações sobre prejuízos à saúde são mitos que cresceram com a falta de informação correta e atual.

Como tratar os sintomas da menopausa SEM hormônios?

Como eu sempre digo, cada mulher sente a menopausa de uma forma. Por isso, para tratar os sintomas é preciso avaliar a necessidade de cada uma a fim de direcionar as estratégia de tratamento mais adequada.

Quais os sintomas mais frequentes e mais graves da menopausa?

ELA TE AJUDA A ALIVIAR OS SINTOMAS DA MENOPAUSA.

Existem cerca de 76 sintomas da menopausa. Porém, isso não significa que você terá todos eles. Entretanto, existem alguns que são mais comuns e outros que trazem grande risco à saúde da mulher. É por isso que tratar a menopausa, com ou sem hormônios, é tão importante. Veja a seguir:

  • Calorão: ocorre em cerca de 80 a 90 % das mulheres, sendo que para 10% dos casos, dura a vida inteira, ou seja, nunca passa. Tal excesso de temperatura prejudica a vascularização do nosso cérebro o que aumenta o risco de demência com o passar dos anos.
  • Síndrome urogenital: um conjunto de problemas que incluem atrofia, secura, ardência, dor na relação sexual, cistites e perda de urina. 
  • Transtornos na vida sexual: devido a dor pela secura vaginal, falta de libido, falta de excitação e de orgasmo, além de sangramento.
  • Distúrbios humor: chance aumentada para depressão.
  • Alterações do sono: insônia e, por consequência, cansaço e falta de energia.
  • Distúrbios metabolismo: aumento de peso, dificuldade em emagrecer e acúmulo de gordura na região da barriga.
  • Maior risco de fraturas, ou seja, osteoporose devido a perda de massa óssea. 
  • Maior risco de acidentes cardiovasculares como AVC e infarto.

Tudo isso são apenas alguns dos inúmeros possíveis sintomas. Todos são graves e afetam a vida da mulher em diferentes aspectos. Além disso, no longo prazo, temos maior risco de desenvolver uma série de complicações na saúde. Por isso, a menopausa precisa ser tratada, pois prejudica a vida da mulher no presente e no futuro.

Ciclo da Ruína da Menopausa

Toda essa sintomatologia se transforma numa bola de neve, levando a:

  • Perda da autoestima;
  • Diminuição da produtividade;
  • Interferências na vida social;
  • Problemas no casamento e na vida sexual;
  • Perda da feminilidade, da saúde;
  • Alterações em toda a vida, fazendo com que a mulher sinta que não é mais a mesma, isto é, perda da identidade.

Formas de tratar a menopausa SEM HORMÔNIOS?

É importante que você tenha consciência de que grande parte do tratamento da menopausa é composto por mudanças no estilo de vida. Ou seja, a reposição hormonal é apenas uma parte. Sendo assim, se você não pode ou não quer usar hormônios, saiba que existem muitas coisas que você pode e como aliviar os sintomas da menopausa depende, em grande parte, das suas ações, força de vontade e determinação.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

#1 – Alimentação Certa

Eu já abordei esse assunto de forma mais aprofundada em outros artigos e vídeos. Logo, alimentar-se bem é imprescindível para ter uma boa saúde em qualquer fase da vida. Entretanto, na menopausa isso é ainda mais importante para tratar os sintomas e transformar essa fase no melhor período da sua vida!

Desta forma, se alimentar de forma adequada contribui para:

  • Desinflamar o organismo, aumentar a energia e melhorar o sono;
  • Reduzir as dores no corpo, dor de cabeça e mudanças de humor;
  • Diminuir o calorão, o que também melhora o sono e, consequentemente a disposição e energia;
  • Emagrecer , reduzir barriga, melhorar a composição e a forma corporal, uma vez que, na menopausa, a tendência é deixarmos de ter o padrão “pera” e passarmos para o padrão “maçã”;
  • Aumento da disposição e da libido.
  • Vida sexual regular com a melhora da lubrificação vaginal.

# 2 – Atividade Física Regular

ELE É FUNDAMENTAL PARA ALIVIAR OS SINTOMAS DA MENOPAUSA.

Ter uma vida ativa é essencial para a manutenção da saúde e qualidade de vida. Sendo assim, existem inúmeras atividade que você pode experimentar, escolher aquela que mais te agrada e sair do sedentarismo, como: musculação, pilates, treinamento funcional, caminhada, corrida, HIIT, aulas de ginástica e etc.

Com determinação e esforço, exercitar-se vai virar um hábito e você logo vai começar a sentir os primeiros resultados. Portanto:

  • O ideal é exercitar-se todos os dias ou, no mínimo 5x na semana;
  • É interessante alternar exercícios aeróbios e anaeróbios, isto é, atividades que melhorem a sua capacidade cardiovascular e atividades que melhorem a sua força;
  • Tudo isso contribui para reduzir a massa gorda e desinflamar o organismo;
  • Os exercícios de força vão contribuir para aumentar a massa magra e melhorar a composição corporal;
  • Mantendo uma vida ativa você vai emagrecer, reduzir a barriga, melhorar a forma corporal e mudar o padrão “maçã” adquirido com a menopausa;
  • Estimula testosterona e o GH (hormônio do crescimento), o que ajuda no peso, na musculatura e na libido;
  • Estimula fluxo sanguíneo no corpo todo, o que também ajuda na secura secura vaginal e na dor durante a relação sexual;
  • Melhora a qualidade do sono;
  • Aumenta endorfinas, substâncias que ajudam no humor e na depressão.

# 3 – Suplementação Fitoterápica

TODOS ELES AJUDAM A TRATAR A SUA MENOPAUSA.

Neste caso, existem inúmeras substâncias que podem ser utilizadas e inúmeras dosagens, o que varia de caso para caso. Por isso, o ideal é que você procure auxílio de um médico ou nutricionista para determinar quais são as melhores combinações e dosagens para você.

Sendo assim, algumas substâncias utilizadas para aliviar os sintomas da menopausa são:

  • Maca peruana e Tribulus: auxiliam em vários sintomas e melhoram libido, humor, energia, massa muscular e peso;
  • Melatonina: ajuda no sono e tem ação antioxidante;
  • Vitamina D: contribui para a saúde dos ossos, imunidade e massa muscular; 
  • Magnésio: exerce centenas funções, dentre elas, ajuda nos ossos, humor e no sono;
  • Ômega 3: estimula a produção de colágeno;
  • Vitaminas e minerais diversos: melhoram ossos e cabelos, dentre outras estruturas;
  • Fitoterápicos: como Cimicifuga e Isoflavonas, que podem auxiliar no controle do calorão e na melhora do humor.

# 4 – Higiene do Sono

ISSO É IMPRESCINDÍVEL PARA VOCÊ DORMIR MELHOR NA MENOPAUSA.

Melhorar a qualidade do sono é imprescindível para aliviar os sintomas da menopausa. Assim, você deve adotar uma rotina pré sono que te ajude a desacelerar e se preparar para dormir com tranquilidade. Portanto, alguns benefícios são:

  • Melhoria da insônia, o que aumenta a energia, melhora o humor e a libido;
  • Ajuda a controlar a vontade de comer carboidratos, o que auxilia na manutenção do peso e, por consequência, na autoestima;
  • Dormir bem é fundamental para ter energia, manter o foco e também é importante nos momentos de tomar uma decisão.

#5 – Gel Vaginal de Ácido Hialurônico

ELE AJUDA A TRATAR A SECURA VAGINAL NA MENOPAUSA.

O gel vaginal é capaz de ajudar muito no alívio dos principais sintomas da menopausa que prejudicam a saúde urogenital e a vida sexual. Os benefícios são:

  • Estimula o tecido vaginal;
  • Melhora a lubrificação;
  • Diminui a dor na relação sexual;
  • Aumenta a libido;
  • Melhora o humor;
  • Reduz a ocorrência de cistites.

# 6 – Procedimentos: Laser de CO2 e Radiofrequência

Tais procedimentos têm o intuito de:

  • Tratar a secura vaginal, melhorando a lubrificação, a libido e diminuindo a dor durante a relação sexual;
  • Reduzir a ocorrência de infecção vaginal, assim como cistites.

Neste caso, esses procedimentos exigem um investimento maior, já que são mais caros. Porém, são boas alternativas se você tiver possibilidade de realizá-los.

# 7 – Meditação/Acupuntura/Homeopatia

TUDO ISSO AJUDA A TRATAR A MENOPAUSA SEM HORMÔNIOS.

Essas são técnicas que auxiliam no:

  • Sono;
  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Calorão;
  • Dores.

# 8 – Uso de Remédios

Existem alguns medicamentos que podem aliviar os sintomas da menopausa. Entretanto, não se automedique, procure um médico. Sendo assim, alguns remédios:

  • Agem na serotonina: como paroxetina, escitalopran, sertralina, venlafaxina, desvalafaxina, duoloxetina.
  • Paroxetina: auxilia no calorão e foi aprovada pela FDA (Food and Drug Administration – EUA)
  • Gabapentina: é um fármaco da classe dos anticonvulsivantes e ajuda nas fibromialgias.

Conclusão

Infelizmente, se você não pode ou não quer realizar a terapia de reposição hormonal (TRH), você pode adotar um mix das opções acima a fim de aliviar os sintomas da menopausa. Porém, tudo depende da individualidade de cada mulher e dos sintomas apresentados em cada caso.

Adotar hábitos saudáveis, fazendo um mix dos tópicos que acabei de abordar é o principal para o sucesso do tratamento. Por isso, trato tudo isso com profundidade no meu método exclusivo chamado Menopausa de Sucesso (MDS). Desta forma, desenvolvi esse programa completo para atender todas as mulheres que não podem fazer a terapia de reposição hormonal. Além disso, a metodologia MDS também ajuda as que podem usar hormônios em seus primeiros passos.

Sendo assim, uma grande parte dos sintomas da menopausa melhora com as 8 medidas descritas neste artigo. Tais atitudes devem ser tomadas inclusive por aquelas que utilizam a TRH, pois a ação adequada dos hormônios depende do estilo de vida saudável e ativo.

Por isso, o melhor tratamento para aliviar os sintomas da menopausa é TER UMA VIDA SAUDÁVEL: alimentação, exercício regular, sono adequado, controle do estresse, ser grata e estar feliz.

Logo, não existe pílula mágica! Existe esforço, força de vontade, dedicação e atitude!

E você? Está preparada para tornar a menopausa a melhor fase da sua vida?

Que tal compartilhar esse conteúdo e ajudar mais mulheres a mudarem de vida?

Nós merecemos a felicidade e não podemos deixar os sintomas da menopausa prejudicarem a nossa vida e as nossas relações sociais.

Tudo depende de você e eu estou aqui para te ajudar! Vamos nessa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *