PARA QUEM TEM DEPRESSÃO E NÃO EMAGRECE NA MENOPAUSA

O tema de hoje é para você que tem depressão e não emagrece na menopausa!

Rainha, você sabia que quem passou pela depressão quando mais jovem também tem maiores chances de sofrer com esse problema na fase da menopausa?

Por isso, venha comigo e aprenda a dar a volta por cima!

Mas, se você ainda mão me conhece, eu sou médica ginecologista e expert em emagrecimento para mulheres na menopausa e climatério. Também, sou criadora do Programa Magra Após os 40.

Assim, se você precisa emagrecer saudável, sem passar fome, sem dieta, de forma 100% natural, recuperar sua forma corporal, reconquistar sua autoestima e deixar as mágoas para trás, este é o lugar ideal!

Este Reinado das Rainhas é para você!

Também, se você quiser ajudar alguém que precisa e está sofrendo nessa fase da vida, COMPARTILHE este artigo agora mesmo!

Com isso, você me ajuda a alcançar cada vez mais mulheres que merecem ter uma vida muito melhor!

Depois, confira todos os meus conteúdos gratuitos e aprenda cada vez mais!

Afinal, quanto mais conhecimento, mais autonomia você terá para tomar as decisões da sua vida.

  • Artigos sobre alimentação certa aqui no Blog;
  • Grupo no Telegram (Grupo Mulheres Empoderadas);
  • Dicas valiosas no Instagram;
  • Vídeos cheios de conteúdo no meu canal no YouTube;
  • Comunidade com outras Rainhas no Facebook (Grupo Mulheres Unidas na Menopausa).

Quais são os principais sintomas da depressão?

A depressão é uma doença bastante complexa que pode ter inúmeras causas. Sendo assim, seus principais sintomas são:

  • Tristeza ou humor deprimido. Logo, esse estado se caracteriza por desânimo persistente, baixa autoestima, além de sentimentos de inutilidade.
  • Perda de interesse em atividades que antes a pessoa apreciava.
  • Mudança de apetite.
  • Dormir em excesso.
  • Sentir-se sem esperança.
  • Sentir-se culpada.
  • Pensamentos de morte ou suicídio.
  • Necessidade de um grande esforço para fazer coisas que antes eram fáceis.
  • Diminuição ou incapacidade de sentir alegria.
  • Sentimentos de medo, insegurança, desespero, desamparo e vazio.
  • Interpretação distorcida e negativa da realidade.

Além de tudo isso, existem sintomas que são comuns entre a depressão e a menopausa! Veja abaixo:

  • Ganho ou perda de peso.
  • Insônia.
  • Perda de energia ou fadiga acentuada.
  • Dificuldades para raciocinar, se concentrar ou tomar decisões.
  • Irritabilidade, ansiedade e angústia.
  • Diminuição do desejo e do desempenho sexual.
  • Dores no corpo.

Portanto, é preciso estar atenta!

Quem tem depressão e não emagrece na menopausa. Como tratar?

Primeiramente, a depressão em seus estágios mais severos precisa de tratamento com remédios. Porém, é fundamental um bom acompanhamento médico durante todo o processo.

Assim, existem inúmeros medicamentos que são mais comuns no tratamento de quem sobre de depressão. São os chamados inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRS), como a fluoxetina.

Além deste, outros fármacos são:

  • Amitriptilina.
  • Escitalopram.
  • Mirtazapina.
  • Paroxetina.
  • Venlafaxina.
  • Vortioxetina.
  • Fluvoxamina.
  • Reboxetina.
  • Trazodona.

Rainha, você toma ou já tomou algum destes?

Vale ressaltar que o grande problema é por quanto tempo a medicação é utilizada. Isto porque existem inúmeros efeitos adversos.

Portanto, a medicação em momentos de crise é necessária.

Mas, é importante que seu uso não seja a longo prazo.

Antidepressivo engorda na menopausa?

Sim! Porque os antidepressivos alteram a sua composição hormonal e prejudicam a perda de peso.

Assim, diminui a dopamina, que nos dá a sensação de recompensa e prazer. Por isso, você tende a comer mais.

Logo, a diminuição do neurotransmissor dopamina no hipotálamo aumenta o apetite.

Além disso, há diminuição da estimulação do receptor de serotonina (responsável pela sensação de bem estar). Portanto, com menos serotonina, você tende a buscar comida de má qualidade para também sentir mais prazer.

Também diminui a sensibilidade a leptina, hormônio que nos dá saciedade. Por isso, você também come mais.

Para mais, a menopausa pode desencadear ou piorar a depressão?

Sim! Porque existe um relação entre a produção de estrogênios e os neurotransmissores que nos dão prazer e bem estar.

Portanto, o declínio hormonal da menopausa pode sim contribuir para essa doença.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

7 Dicas para ajudar quem tem depressão não emagrece na menopausa

Novamente, vale relembrar que na fase aguda da depressão o remédio é necessário. Porém, depois é preciso fazer o desmame.

Assim sendo, algumas dicas importantes para você que tem depressão e não emagrece na menopausa são:

  1. Acupuntura, pois ajuda na dor, ansiedade e insônia.
  2. Meditação, porque contribui para manter o controle.
  3. Psicoterapia, para, assim, compreender e manejar as emoções.
  4. Exercício regular, por causa das endorfinas e serotonina.
  5. Alimentação certa na menopausa. Pois ajuda a desinflamar, além de contribuir para a ingestão de vitaminas e minerais.
  6. Cuidar da sua flora intestinal.
  7. Suplementos como magnésio, complexo B e 5 HTP.

Portanto, Rainha, se você sofre de depressão e não emagrece na menopausa, cuide-se ainda mais!

Assim, siga as dicas acima, confira meus outros conteúdos e mantenha um bom acompanhamento médico!

Logo você sentirá a melhora na sua qualidade de vida!

Por isso, não se deixe desanimar! Afinal, você merece ter uma vida muito feliz!

Por fim, coloque-se em primeiro lugar! Ame-se!

Portanto, tenha você como sua prioridade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *