CUSTA CARO EMAGRECER APÓS OS 40 ANOS E NA MENOPAUSA?

Este artigo é para você que acredita que custa caro emagrecer após os 40 anos e na menopausa!

Hoje vou te provar que é possível obter bons resultados dentro das suas possibilidades financeira.

Agora, compartilhe este artigo como uma amiga que vive dando a desculpa de que não emagrece porque não tem dinheiro.

Chega de desculpas!

Emagrecer depende, em primeiro lugar, de você realmente querer!

É CARO EMAGRECER APÓS OS 40 ANOS?

É mais fácil engordar após os 40 anos?

SIM! Para a maioria das mulheres, se a menopausa não for tratada, é comum ganhar peso.

Isto porque, mesmo antes da menopausa, nossos ovários começam a deixar de funcionar, até se aposentarem de forma definitiva.

Assim, nossa conta corrente hormonal começa a ficar no amarelo após os 40, até chegar no vermelho.

Com isso, os hormônios como estrogênio e testosterona reduzem até que a produção ovariana acabe.

Portanto, inevitavelmente, o metabolismo muda, fica mais lento e, desta forma, temos a tendência de engordar. Ou seja, nossa taxa metabólica basal reduz e passamos a gastar menos energia no dia a dia.

Além disso, a falta hormonal reduz a nossa sensibilidade à insulina, gerando a resistência à insulina. Tal fato faz com que tenhamos a insulina e a glicose elevadas no sangue, favorecendo o acúmulo de gordura, principalmente na barriga.

Ter barriga é um problema para a saúde ou apenas estética?

Ter barriga é um problema sério para a saúde!

Não tem nada a ver com estética!

Isto porque quanto maior a sua barriga for, mais gordura visceral você tem. Logo, esse excesso age prejudicando a sua vida e precisa ser eliminado!

Saiba que a gordura visceral é o pior tipo que existe, pois gera inflamação em nosso organismo. Tal processo inflamatório lesa vasos sanguíneos, causando arteriosclerose, infarto, AVC, aumentando o risco para demências e câncer.

Como emagrecer e perder a barriga após os 40 anos?

Para eliminar a barriga antes que ela elimine com a sua vida você precisa de:

Quanto custa emagrecer na menopausa e resolver esse problema? É caro?

Novamente, tudo depende de você…

Você quer ter tudo de mão beijada e ser paparicada por diversos profissionais que vão ficar o tempo todo te acompanhando e incentivando?

Se sim, é caro!

Mas, se você decidir arregaçar as mangas e fazer o máximo que puder por conta própria, estudando e correndo atrás dos seus objetivos….não é caro!

Agora, vamos analisar o primeiro cenário.

É caro se…

Você tiver condições financeiras e decidir contratar inúmero profissionais. Nesse caso teríamos:

  • Alimentação certa: um nutricionista ou nutrólogo para montar o seu cardápio, te dar dicas e receitas;
  • Exercício físico regular: academia e um personal trainer para montar seu treino, te acompanhar e te incentivar;
  • Cuidar da mente: um psicólogo para ajudar com a ansiedade, a compulsão alimentar e o que for necessário;
  • Sono reparador ou estresse: acupunturista, médico homeopata ou médico ortomolecular.
  • Cuidar do intestino: nutricionista ou médico;
  • Equilíbrio hormonal: médico para prescrição e acompanhamento constante.

Obviamente, ser cuidada por uma equipe multidisciplinar tem seu preço.

Se você quer ou tem condições de investir na sua saúde através de tantos profissionais, depende de cada caso. 

Portanto, o custo varia muito e pode ser muito caro!

Vamos pensar no segundo cenário.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Não custa caro emagrecer na menopausa se…

Você colocar a mão na massa e for proativa. Neste caso, teríamos:

Alimentação certa

O custo da alimentação saudável não é alto se você comprar comida de verdade, aproveitar os legumes e verduras da estação, o fim da feira e os dias em promoção. Para isso, não adianta querer substituir seu pão francês pelo pão sem glúten, sem lactose, zero gordura, pois ele é muito mais caro. Ou seja, as versões com apelo saudável de produtos industrializados são absurdamente mais caras.

Para economizar e ter saúde de verdade, você precisa consumir alimentos frescos, não industrializados.

Assim, uma alimentação certa custa somente o seu tempo de aprender o certo, aplicar, e ter paciência para emagrecer e perder barriga. Você pode montar seu cardápio com alimentos adequados, como ovos, peixes, carne bovina e suína, verduras,  legumes, frutas (com moderação), café, chás, água. 

Não é difícil!

Exercício físico regular

Você pode caminhar, correr, pedalar, dançar e fazer inúmeros treinos gratuitos disponíveis na internet. Se você não quer pagar uma academia, as ruas, os parques e a sua casa são de graça. 

Não tem desculpa para ser sedentária! 

Cuidar da sua mente

Você pode baixar áudios de meditação e ler livros que vão te ajudar a se compreender e administrar seus sentimentos. Além disso, existem inúmeros conteúdos da área de psicologia gratuitos na internet.

Sono reparador e estresse

Basta adotar a higiene do sono, organizar o seu dia e executar uma tarefa por vez, estabelecendo metas alcançáveis e resolvendo os problemas.

Cuidar do intestino

Tome bastante água (aproximadamente 2 litros por dia), coma vegetais e fibras, consuma probióticos naturais como o kefir.

Equilíbrio hormonal

Essa parte você não pode fazer sozinha. Porém, a terapia de reposição hormonal deve ser um detalhe. Ou seja, você precisa estar fazendo todos os itens anteriores antes de pensar em modular seus hormônios. Sendo assim, esse tópico não é primordial para que você consiga emagrecer.

Custa caro emagrecer na menopausa?

Como vimos, se você tem dinheiro e pode pagar, o gasto depende de quantos profissionais você deseja contratar. Mas, vale lembrar que cuidar da saúde é INVESTIMENTO, pois sem saúde não se tem nada!

Uma pessoa pode ser bilionária e mesmo assim morrer de câncer. Algumas coisas nem todo o dinheiro do mundo pode comprar….

Porém, se você não tem condições econômicas de contratar várias pessoas, você pode aprender e fazer a maior parte sozinha!

Para para pensar…

Quanto dinheiro gastamos com coisas desnecessárias e comida de má qualidade?

Que valor tem ficar saudável e reduzir as comorbidades? Principalmente enfrentando uma pandemia?

Quanto vale não ter um câncer, não ter que fazer quimioterapia ou mesmo remover as mamas? 

Qual o valor de estar magra, com saúde, com energia e com a autoestima elevada?

Quanto vale não ter que ser refém e gastar com diversos remédios?

Qual o preço de envelhecer com sanidade, sem demência e podendo tomar suas próprias decisões?

NÃO É CARO EMAGRECER APÓS OS 40 ANOS!

Conclusão

Se você tem muito dinheiro ou pouco dinheiro, não importa!

Faça alguma coisa!

Se adeque à sua realidade e ao que você pode fazer!

Acabe com a sua barriga antes que ela acabe com você!

Por isso, pare de reclamar, pare de se justificar e de se vitimizar. 

Comece agora!

Emagrecer na menopausa não custa caro se você se adequar e fizer as escolhas certas que cabem no seu bolso!

Para aprender a ter um estilo de vida saudável sem precisar mexer no seu bolso, me acompanhe no Instagram, Facebook, YouTube e Telegram.

Toda semana ensino (de graça!!!) milhares de mulheres a terem uma vida melhor!

Não tem desculpa para não mudar e tornar a menopausa a melhor fase da sua vida!

Preparada para começar?

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *