CONHEÇA AS CAUSAS E TRATAMENTO DO CORRIMENTO VAGINAL BRANCO LEITOSO OU GRUMOSO

corrimento-branco-leitoso-ou-grumoso - 1280x720
corrimento branco leitoso ou grumoso

Antes de você saber a questão do que é a candidíase, também chamada de fungo vaginal, saiba que nós temos vários fungos em várias regiões do nosso corpo. E quando há um crescimento excessivo ocasiona um corrimento branco leitoso ou grumoso e coceira vaginal. Isso é normal!

Temos muitos fungos, podendo estar presentes na pele, na boca, no esôfago, no intestino, na região genital, na vagina, inclusive no pênis.

A mulher, às vezes, fica um pouco assustada com isso, pensando que isso faz mal à sua saúde. Mas os fungos fazem parte, estão presentes no nosso corpo.

O que pode ser corrimento branco leitoso com coceira?

Como já foi dito, os fungos vivem em sintonia, em simbiose com o nosso corpo. E a candidíase é uma infecção causada por fungos da família da Candida, em particular pela candida albicans.

Agora, a candidíase vaginal não é considerada uma doença sexualmente transmissível – DST – ou seja, até uma criança pode ter como também uma mulher virgem. Logo, não é transmitida pela relação sexual.

O fungo está na vagina de quase 80% das mulheres. E se, por um acaso, quando ele não está lá, vive no intestino e através do ânus, pode causar infecção.

Também pode estar no pênis do seu parceiro, trazendo-o para a sua flora vaginal. E aí é quando começa a aparecer o corrimento branco e a coceira, entre outros sintomas.

Algumas perguntas muito frequentes entre a maior parte das mulheres são: Se é algo que faz parte do meu corpo, por que eu vou desenvolver essa doença? Por que eu tenho esse corrimento branco?

Por isso, é importante você ter conhecimento sobre os fatores de risco e o que pode estar causando esse corrimento vaginal, como também estar muito atenta aos sintomas.

O que causa o corrimento branco leitoso ou grumoso?

Então, quais são os fatores de risco? O que está causando o corrimento branco leitoso ou grumoso?

O que vai acontecer para que você tenha a proliferação do fungo?

Imagine que você tenha 10 fungos na sua vagina e viva super bem, não apresenta nenhum sinal de que algo não vai bem com a sua saúde.

Mas, de repente, você passa a ter 20 fungos. E essa quantidade pode começar a causar uma irritação e uma inflamação na parede vaginal.

Essa inflamação é que origina o corrimento branco. No começo, o corrimento é branco, leitoso ou ainda grumoso, significando que tem muitos fungos passando pela sua flora vaginal.

Isso desencadeia todos esses sintomas. Além deste corrimento, pode haver ainda o prurido, sendo algo praticamente insuportável.

Algumas mulheres acabam se coçando tanto que chegam a ocasionar fissuras.

Além disso, pode causar muito desconforto ao urinar e durante a relação sexual.

Acontece que você faz o tratamento, pensa que está tudo resolvido e ele volta. Devido a tudo isso, tenha em mente quais são os principais fatores de risco:

  •         Diabetes mal controlado
  •         Uso de anticoncepcional, em razão do desequilíbrio hormonal
  •         Gravidez
  •         Estresse crônico
  •         Flora intestinal desequilibrada

Veja, são tantas coisas do seu dia a dia que você nem se dá conta! E que, em conjunto, podem afetar a saúde da mulher.

Todos estes fatores desencadeiam a proliferação do fungo, em uma quantidade bem maior do que aquela que deveria estar na sua vagina.

Então, é essa multiplicação desordenada que provoca a inflamação e, por consequência, o aparecimento do corrimento branco e da coceira.

Quando isso vai passar? Será que vai voltar ao normal?

E como isso acontece?

Como você já viu, muitos fungos vivem em nosso corpo. E estão em contato com outros organismos, por exemplo, as bactérias.

Essas bactérias que se desenvolvem, especialmente, na pele, no intestino e na vagina, como também em outras áreas do corpo, são inofensivas, mas combatem os fungos.

Só que, os antibióticos indicados para matar as bactérias mais nocivas, acabam destruindo aquelas que não causam nenhum perigo. Assim, a saúde da mulher pode ser afetada.

Então os fungos, que não são atacados pelos antibióticos, se propagam nos locais deixados pelas bactérias, desenvolvendo-se e multiplicando-se.

Essa proliferação excessiva faz surgir a candidíase, por conseguinte, um corrimento leitoso ou grumoso, uma coceira, pode originar um desconforto ao urinar e dor na relação sexual.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Como se trata o corrimento branco e a coceira na vagina?

A grande questão aqui é que o tratamento é feito, o fungo some, mas depois de um tempo ele pode voltar. Assim,  os sintomas voltam a aparecer.

Qual a razão do tratamento não estar funcionando?

Talvez porque você não esteja dando a devida atenção aos fatores que estão ocasionando este desequilíbrio vaginal.

Agora, quando você foca nesses fatores, a chance de uma redução da manifestação crônica é bem menor, ou seja, o risco de infecção.

No caso da candidíase, se não se consegue focar nesses fatores desencadeantes, ela acaba voltando.

Antes de mais nada, é bom você saber que é muito fácil tratar!

O seu médico vai definir qual melhor tratamento. Pode prescrever comprimido antifúngico vía oral, creme ou óvulo vaginal. Existem várias formas de tratar o corrimento leitoso.

Mas, uma coisa precisa ficar bem clara: Não é nada grave para a saúde, faz parte do seu corpo, entretanto, é um tanto desagradável em virtude dos sintomas.

Ao se manter esse fungo em equilíbrio, o tratamento é bastante eficaz!

Alguns especialistas da área de nutrição afirmam que o nosso estilo de vida, principalmente alimentação, pode facilitar a proliferação excessiva desses fungos no nosso organismo.

Assim que você observar a presença de um corrimento leitoso ou grumoso, tiver uma coceira na vagina e sentir um desconforto ao urinar ou durante a relação sexual, procure o seu ginecologista.

Apesar da candidíase não ser nada grave, pode, em alguns casos, estar mascarando alguma outra infecção. Por isso, é tão importante ao perceber qualquer desconforto, marcar uma consulta com seu médico.

Ele irá realizar um exame clínico através da coleta de material do corrimento.

Mesmo não sendo uma doença sexualmente transmissível, a relação sexual deve ser evitada durante o tratamento, porque senão pode retardar a cura assim como provocar a reincidência, ou seja, os fungos voltarem.

É impressionante a quantidade de mulheres que têm candidíase de repetição.

Segue o artigo que fiz para saber mais quando é o momento para procurar um médico ao observar esse tipo de corrimento.

Como você pode notar, o corrimento branco e a coceira na vagina podem ser causados pela candidíase, ou seja, quando há a proliferação de fungos na vagina. É preciso estar atenta aos fatores de risco e a boa notícia é que é facilmente tratável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *