QUANDO USAR A MELATONINA NA MENOPAUSA?

Você sabe quando deve usar a melatonina na menopausa?

Além disso, desse artigo você vai saber o que é melatonina e quais são suas ações, inclusive aquelas que são pouco conhecidas.

O que é melatonina?

A melatonina nada mais é do que um dos hormônios que regula o ciclo circadiano, isto é, nosso ciclo de dia e noite. Sendo assim, ela é produzida na glândula pineal e também no intestino e atua, principalmente, nas seguintes funções:

  • Controle do relógio biológico;
  • Sono cotidiano;
  • Sono em mudanças de fusos horários (jet leg);
  • Regula vigília/sono;
  • Induz o sono;
  • Leva ao sono REM, ou seja, o sono profundo e reparador.

Porém, a produção de melatonina diminui com a idade.

Ações pouco faladas da melatonina

1 Ajuda a reduzir o risco para câncer

  • Modula a expressão de receptores de morte celular;
  • Elimina radicais oxidantes do citoplasma, os quais são gerados pelas mitocôndrias;
  • Previne aparecimento e crescimento de tumores;
  • Inibe a proliferação e invasão células do câncer.

2 Apresenta ação nas mamas

  • Na mama, inibe a ação do estrogênio nos receptores das células;
  • Aumenta a sensibilidade células ao uso de tamoxifeno, substância utilizada no tratamento de cânceres dependentes de estrogênio. Ou seja, possui ação protetora.

3 Ação antioxidante

  • Diminui o estresse oxidativo, ou seja, diminui e elimina os radicais livres;
  • Ação mais potente que as vitaminas C e E;
  • Aumenta síntese de uma substancia no fígado chamada de glutationa, que corresponde ao maior sistema antioxidante do corpo.

4 Age no intestino 

  • A melatonina é produzida 400 x mais no intestino do que no cérebro;
  • Regula a motilidade intestinal e acelera a digestão;
  • Protege o cólon, através da inibição de bactérias patogênicas;
  • Melhora o refluxo gastroesofágico;
  • Melhora doenças autoimunes, já que nosso intestino é a nossa maior barreira imunológica.

5 Ação analgésica

Ajuda em dores crônicas, como enxaquecas e fibromialgias.

6 Ação na ansiedade

  • Se liga a receptores GABA (relacionados à ansiedade) e, com isso, diminui a ansiedade.

7 Regula os níveis de óxido nítrico

  • Aumenta os níveis de óxido nítrico, substância que aumenta o fluxo sanguíneo nas células, causando vasodilatação.
  • Com mais fluxo sanguíneo, há mais oxigênio disponível e, consequentemente, mais nutrição celular;
  • Ajuda na pressão arterial.

8 Temperatura do corpo

  • A melatonina auxilia na redução da temperatura corporal.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Quando usar a melatonina na menopausa?

Como vimos, os benefícios da melatonina são muitos!

Tanto em funções ligadas ao sono quanto em diversas outras. Logo, a melatonina deve ser usada sempre!

Desta forma, contribui para o alívio de muitos sintomas da menopausa. Veja a seguir!

Benefícios da melatonina para a menopausa

1 Insônia

A melatonina é capaz de induzir o sono profundo e reparador.

2 Melhoria da qualidade do sono

Dormir melhor contribui para:

  • Consolidar a memória;
  • Regular os hormônios da fome e apetite;
  • Comer menos e, consequentemente, emagrecer ou manter o peso ideal;
  • Fazer uma “faxina” no cérebro, o que diminui os casos de demências;
  • Libera hormônio GH, e, com isso, ajuda no ganho e manutenção da massa muscular.

3 Calor

A melatonina também ajuda a diminuir a temperatura corporal.

4 Melhora a imunidade

E, assim, reduz o risco para várias doenças como cânceres.

5 Pressão arterial

Auxilia na redução da pressão arterial.

6 Ansiedade

Contribui para a redução da ansiedade.

7 Melhora dores crônicas

8 Ajuda no intestino e reduz a constipação

9 Proteção das mamas

A melatonina protege as células mamárias contra a ação de estrogênios ambientais.

10 Ação antioxidante

Reduz a lesão nas células e, com isso, diminui o risco para muitas doenças. 

11 Melhora a imunidade

QUANDO USAR A MELATONINA NA MENOPAUSA?

Conclusão

Por tudo isso, vemos que a melatonina pode ser usada sempre!

Sua dose varia de 1 a 10 mg e depende da sensibilidade individual. Por isso, eu sempre recomendo o acompanhamento médico e também o cuidado em relação à qualidade das marcas e das farmácias de manipulação.

Se a dose for elevada, alguns efeitos colaterais são dores de de cabeça, pesadelos e sensação de embriaguez.

Além disso, para aproveitar bem a melatonina, ela deve ser tomada perto do momento de dormir e o quarto deve estar completamente escuro, já que a presença de luz inibe essa substância.

E você?

Usa, já usou ou está pensando em usar melatonina?

Tem alguma outra dúvida sobre esse tema?

Como vimos, a utilização dessa substância traz inúmeros benefícios para a saúde como um todo e contribui bastante para a melhoria de vários sintomas da menopausa.

Por isso, ajude outras mulheres compartilhando esse conteúdo. Pois pequenas mudanças e ajustes são capazes de gerar grandes melhorias na qualidade de vida de cada uma de nós!

Disseminando as informações corretas, podemos ajudar inúmeras mulheres que ainda sofrem com a menopausa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *