7 DICAS PARA VOCÊ AUMENTAR A SUA TESTOSTERONA NATURALMENTE

No artigo de hoje, vou revelar 7 dicas valiosas para você aumentar a sua testosterona naturalmente.

Além disso, você vai aprender:

  • Quais são os benefícios da testosterona para a sua saúde;
  • Como identificar se falta testosterona no seu corpo;
  • O que você pode sentir no caso de falta deste hormônio;
  • Como descobrir se você está com excesso de testosterona e o que isso causa em você.

Preparada para saber tudo sobre este tema? Vamos lá!

7 DICAS PARA VOCÊ AUMENTAR SUA TESTOSTERONA NATURALMENTE.

Benefícios da testosterona para a sua saúde

Apesar de ser o principal hormônio do homem, a testosterona é muito importante para a saúde da mulher.

Portanto, ela atua de forma crucial em todo nosso corpo:

  • Age no metabolismo, ou seja, gera mais energia;
  • Atua no desejo sexual, isto é, na excitação e no orgasmo;
  • Apresenta ação no metabolismo dos ossos. Por isso, previne osteopenia, osteoporose e fraturas;
  • Tem ação no músculo do coração. Logo, melhora a função cardíaca;
  • Age nas paredes das artérias. desta forma, protege contra placas de ateroma e proporciona relaxamento artérias;
  • Atua no metabolismo da glicose e da insulina;
  • Interfere no cérebro, melhorando a memória, a atenção e o foco;
  • Possui ação anabólica. Sendo assim, constrói e repara os músculos esqueléticos;
  • Aumenta a massa muscular e, com isso, eleva a taxa metabólica basal. Por isso, estimula o metabolismo e propicia maior queima de gordura. Ou seja, ajuda a emagrecer.

Portanto, a testosterona é um hormônio que atua muito além do sexo para todas as mulheres!

Como saber se falta testosterona no seu corpo?

A testosterona é um hormônio produzido pelos ovários e pela glândula adrenal. Por isso, nos casos de estresse crônico, adrenopausa e menopausa, sua produção tende a cair.

Sendo assim, existem 2 maneiras de descobrir se este hormônio está em falta no seu organismo:

  • Dosagem de sangue;
  • Manifestações clínicas, ou seja, sintomas decorrentes da deficiência de testosterona.

Entretanto, a sintomatologia é a forma mais importante de descobrir se há falta.

O que você pode sentir com a falta de testosterona?

Os principais sintomas ocasionados pelo déficit de testosterona no seu corpo são:

  • Sentir-se mais cansada e com menos energia;
  • Mais depressiva;
  • Ganho de peso com maior facilidade;
  • Sentir-se mais flácida;
  • Aumento de gordura corporal;
  • Piora na memória, foco e atenção;
  • Redução da libido, menor excitação e orgasmos.

Por tudo isso, está claro que a falta de testosterona impacta diretamente na sua qualidade de vida!

Como saber se você está com excesso de testosterona?

Geralmente, o excesso de testosterona acontece pelo exagero na suplementação. Tal fato pode ocorrer por maior sensibilidade, o que varia para cada mulher.

Além disso, na menopausa, pode haver excesso devido o desequilíbrio hormonal. 

Logo, da mesma forma que a falta, o excesso deste hormônio pode ser descoberto através de:

  • Dosagem de sangue;
  • Manifestações clínicas, ou seja, sintomas decorrentes do excesso de testosterona. Este é o indicador mais importante.

O que você pode sentir com o excesso de testosterona?

Os principais sintomas de excedente de testosterona são:

  • Aparecimento de acne;
  • Oleosidade na pele;
  • Maior queda de cabelos;
  • Crescimento de mais pelos;
  • Alteração de humor, ou seja, maior irritabilidade e agressividade;
  • Aumento do apetite;
  • Engrossamento da voz;
  • Crescimento e maior sensibilidade do clitóris. 

Portanto, os níveis aumentados de testosterona podem causar efeitos indesejados. Sendo assim, alguns podem ser revertidos e outros são irreversíveis.

FIQUE ATUALIZADA!

Cadastre o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Fique tranquila, seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Dicas para você aumentar a testosterona naturalmente

Como já vimos, a produção de testosterona pode sofrer algumas interferências em situações como a menopausa. Portanto, a sua falta deve ser reposta. Porém, se por algum motivo você não pode realizar a terapia de reposição hormonal, vou te ensinar 7 formas de estimular a produção deste hormônio de maneira natural.

#1 Controle e gerenciamento do estresse

É sabido que o estresse crônico reduz a testosterona. Portanto é preciso:

  • Ter as tarefas da semana programadas e organizadas;
  • Evitar multitarefas;

Seu cérebro entende o estresse como uma ameaça. Por isso, há ativação da produção de cortisol, o que diminui o DHEA, que é precursor da testosterona.

#2 Alimentação balanceada com os nutrientes adequados

As gorduras são precursoras de hormônios. Portanto, uma boa alimentação deve contemplar:

  • Gorduras contidas em alimentos como ovos e peixes gordos;
  • Gorduras vegetais, como abacate, azeite oliva, amêndoas, nozes, semente de girassol e gergelim;
  • Óleo de figado de bacalhau, que possui vitamina D;
  • Suplementos com gordura ômega 3;
  • Zinco, mineral que é encontrado em ostras, fígado e carne bovina;
  • Boro, mineral presente em couve, nozes, lentilhas e ervilhas.

#3 Sexo regular

O sexo aumenta a produção de testosterona, quando praticado de forma regular. Além disso, aumenta a ocitocina, o que dá prazer.

#4 Sono adequado

O sono reparador aumenta a produção de testosterona. Logo, devemos dormir de 7 a 8 horas por noite.

#5 Comunicação verbal positiva

Nas situações do cotidiano, assumir uma postura positiva, ou seja, vitoriosa, é uma das formas de aumentar a testosterona naturalmente.

#6 Linguagem corporal

Segundo a pesquisadora Amy Cuddy, da Universidade de Harvard, adotar uma postura de poder (Mulher Maravilha) durante 2 minutos diariamente é capaz de aumentar em 20% a testosterona e diminuir em 25% o cortisol.

#7 Exercício físico regular

Além de aumentar a testosterona, também reduz a obesidade, que é um fator que reduz a produção deste hormônio.

AUMENTAR SUA TESTOSTERONA NATURALMENTE.
AUMENTAR SUA TESTOSTERONA NATURALMENTE.

Conclusão

Por fim, precisamos compreender que a testosterona é um hormônio que precisa estar equilibrado para que o funcionamento celular ocorra de forma adequada. Por isso, não deve haver falta, nem excesso.

Porém, diversas situações interferem na sua produção, como o estilo de vida desequilibrado, cheio de estresse, sedentarismo, sono ruim e obesidade.

Sendo assim, se você apresenta baixa de testosterona e não tem contraindicações para realizar a terapia de reposição hormonal, é preciso buscar um bom médico. Logo, manter um tratamento é uma opção.

Entretanto, se há alguma contraindicação, você não quer repor ou se você não tem acesso a um bom médico para te auxiliar, as 7 dicas acima vão te ajudar.

Desta forma, adote essas mudanças de estilo de vida, tenha disciplina, foco, persistência e constância! Logo, os primeiros resultados positivos vão começar a aparecer.

Lembre-se: tornar a menopausa a melhor fase da sua vida depende muito de você!

Você está pronta para agir?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *